“Core”: A estreia do Stone Temple Pilots.

Sabe aquele som pesado e denso bem característico da década de 90? Pois é aquela geração sabia muito se expressar e tinha muitas questões pessoais em comum. O Stone Temple Pilots é uma dessas bandas mas que acabou ficando menos conhecida pelo grande público. Neste mês o disco de estreia deles completa 30 anos e essa é a melhor hora para falarmos um pouco sobre ele, o “Core”!

A banda californiana seria formada por Scott Weiland nos vocais, Dean DeLeo guitarra, Robert DeLeo no baixo, e Eric Kretz na bateria. E já neste disco vemos toda a identidade forte do Stone Temple Pilors com excelentes composições, clássicos da banda e uma força incrível. Foi lançado pela Atlantic Records e acabou se tornando o disco mais vendido da carreira da banda, apesar de eu não o considerar o melhor trabalho deles.

Falando um pouco sobre os destaques do disco, duas em especial se destacam bem mais mesmo o disco contendo um material bastante regular e sem gorduras. Então vamos lá, “Creep”, uma composição tão maravilhosa, melancólica e bastante madura para a banda naquele momento, minha favorita. E a outra é a grande “Plush”, uma das favoritas entre os fâs e que merece demais esse destaque.

Esse disco é um dos grandes lançamentos do ano de 1992, é um trabalho obscuro porém bastante palatável, com clássicos da banda. Eu acredito que seja uma boa porta de entrada para quem ainda não está familiariado com eles e com certeza merece demais essa indicação e homenagem nos 30 anos de seu lançamento! Fica a recomendação!





Autor: Neto Rocha

24 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.