15 anos de “Echoes, Silence, Patience & Grace”: Um dos discos mais diversificados do Foo Fighters.

Segurando a bandeira como uma das bandas mais relevantes da sua geração, o Foo Fighters construiu uma carreira que arrecadou muito fãs ao redor do mundo. O que ajudou a banda foi ter ao menos um grande hit em cada disco e neste mês nós comemoramos os 20 anos de “Echoes, Silence, Patience & Grace”!

Até então a banda havia lançado 5 discos, sendo o último deles o “In Your Honor” de 2005 que eu considero um disco fraco, apesar de contar o grande hit “Best Of You”. E depois disso a banda seguiu trabalhando e em meio a uma turnê, Dave sentiu que seria muito interessante se a banda abordasse estilos variados e pouco óbvios em um próximo disco.

Este disco seria intitulado como “Echoes, Silence, Patience & Grace”, e justamente seria o trabalho onde essas mudanças sonoras seriam feitas, alguns temas seriam inspirados no nascimento da filha de Dave Grohl e o resultado final seria muito interessante. Basta vermos alguns clássicos que surgiram nesse disco como “The Pretender” que abre o disco de maneira muito enérgica e poderosa, uma das composições mais fortes. Mas com certeza a minha favorita desse disco é “Long Road To Ruin”, uma das músicas mais marcantes da carreira da banda.

A recepção foi relativamente positiva entre os críticos e os fãs curtem esse trabalho que foi uma aposta diferente da banda e e eu o considero um dos trabalhos mais fechados da banda e isso ocorreu pela dedicação da banda, sem correr para lançar o disco e é claro a inspiração para fazer boas músicas. E vocês, curtem esse disco? Fica a homenagem nos 15 anos de seu lançamento!

Autor: Neto Rocha

24 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.