35 anos de “Document”: Um novo rumo para o R.E.M.

O R.E.M. foi uma banda que soube construir uma carreira com a cabeça e aos poucos foram desenvolvendo uma sonoridade própria com elementos épicos de Rock N’ Roll. Hoje um dos discos mais amados pelos fãs está completando 35 anos, o “Document”! Vamos falar sobre ele!

A banda vinha do lançamento de “Life Rich Pageant” de 1986, um trabalho mediano na minha opinião. E depois disso, a banda seguiu trabalhando em meio a um cenário no auge do Hair Metal mas nao se entregou a isso em seu novo trabalho de 1987, o “Document”!

Uma mudança que foi fundamental para um direcionamento mais popular do R.E.M foi a entrada do produtor Scott Litt que soubre extrair o melhor som potencial deles, rumo a algo mais épico dentro das proporções perfeitas de que esperamos da banda. Alguns instrumentos foram acrescentados de maneira acertiva em algumas músicas.

O disco é muito bom, já na abertura temos uma onda interessante com “Finest Worksong” mas as minhas favoritas se encontram mais pro meio do disco que são “It’s the End of the World as We Know It (And I Feel Fine)”, uma grande composição, uma das melhores de toda a carreira da banda e “The One I Love” que é outro sucesso enorme e faz desse disco essa grande obra amada pelos fãs.

Eu não considero o disco “Document” o melhor disco do R.E.M. mas sem dúvida é um dos melhores, é um trablho de representa uma virada na carreira da banda e um símbolo de uma nova crescente rumo ao estrelato completo! Fica a homenagem!

Autor: Neto Rocha

24 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.