55 anos de ”Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”: O disco mais importante dos Beatles.

O dia de hoje veio carregado de muita responsabilidade, afinal o disco mais importante da história da música pop está completando exatos 55 anos. Você pode até não considerar o melhor da banda ou do ano de 1967, mas tem de admitir que o Sgt. Peppers mudou muita coisa na música na música e influenciou muita gente. Vamos falar um pouco sobre esse monumento!

A segunda metade da década de 60 para os Beatles foi um momento de transição importante, em 1966 eles lançaram o já comentado ”Revolver”, que é um trabalho extremamente adorado pelos fãs, mas que já mostra uma banda entrando na onda do psicodelismo que estava iniciando naquele período. Depois disso, a banda foi ganhando cada vez mais um amadurecimento notório e com isso passou a desenvolver novas técnicas de composição e experimentalismo que deram luz à suas criatividades. Vale lembrar que a banda já havia parado com as turnês e apresentações ao vivo, o que necessariamente os leva para focar mais no estúdio.

Em 1967, os Beatles lançam Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band” e com isso mudavam o jogo completamente, a começar pela capa sensacional, que foi desenhada pelos artistas Peter Blake e Jann Haworth, que convenhamos é uma sacada muito bacana, temos as figuras de vários artistas famosos nela, como Bob Dylan, Marilyn Monroe, Karl Marx, Marlon Brando, Albert Einstein, os próprios Beatles na versão antiga e atual da época e muitos outros. Sobre o porquê de não ter incluído Elvis Presley na capa, Paul McCartney falou: “Elvis era muito importante e muito acima do resto para ser mencionado”.

Musicalmente esse disco tem algumas semelhanças com relação ao interior, mas a proposta aqui é diferente, temos um disco conceitual onde os Beatles se denominam como a Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band e fazem um show, a sonoridade teria apoio na música indiana, rock psicodélico e até clássica, por que não? Agora vale exaltar as orquestrações do disco que foram feitas pelo produtor George Martin e o engenheiro Geoff Emerick. E como não destacar o pioneirismo em emendar as faixas, você mal percebe que estão todas interligadas e que acabam conversando entre si num contexto final.

Para quem curte o disco ”Magical Mystery Tour”, saiba que algumas músicas dele foram gravadas nessas sessões como “Strawberry Fields Forever” e “Penny Lane” que na minha opinião mereciam demais fazer parte do Peppers.

O pessoal costuma chamar o Sgt. Peppers como o disco do LSD, pois supostamente os Beatles o estavam utilizando na época e também pela proposta extremamente psicodélica do disco. Vamos falar um pouco sobre as músicas e destacar as mais fortes das 13 belíssimas faixas. O disco abre com a faixa título, fantástica, bem agressiva, bem Rock N’ Roll e apresenta uma banda em perfeito estado. Ela emenda em ”With A Little Help From My Friends”, na voz de Ringo se tornou um dos maiores sucessos do disco, muito boa faixa, que ganhou uma linda versão de Joe Cocker.

Temos também a autêntica ”Lucy In The Sky With Diamonds” que carrega polêmica de Lennon, as iniciais da música fariam alusão ao LSD e eu acredito que realmente faziam. Uma grande faixa psicodélica. Já ”Getting Better” talvez seja minha favorita do disco, uma música que nunca enjoei, good vibes e de bom gosto. ”She’s Leaving Home” certamente é a mais sensível do disco, épica, grandiosa e maravilhosa.

”Lovely Rita” é uma das menos comentadas do disco e particularmente eu adoro ela, gosto do ritmo que ela da para o disco, é excelente. E o disco encerra com a antológica ”A Day In The Life”, não tenho nem muitas palavras para descrever essa faixa, a linha de baixo do Paul nela e em todo disco é digna de nota, os efeitos na faixa, a grandiosidade, as vozes, a letra, tudo nela é maravilhoso, o encerramento… É tudo muito foda! Sem mais!

O ”Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band” sem dúvida é um disco incomparável em termos de importância, e apesar de eu considerá-lo um disco difícil para a maior parte das pessoas, ele foi extremamente influente, mudando os rumos de muita coisa na música como a gente comentou anteriormente. Os Beatles eram de outro planeta, cada passo foi dado com maestria e eles sabiam o que estavam fazendo, sempre serão a banda mais importante de todos os tempos, fazendo com que mesmo 55 anos depois, ainda tenha alguém doando horas do seu tempo para fazer um novo artigo sobre eles! Fica a homenagem e orgulho em ter falado um pouco mais sobre esse grande clássico!

Autor: Neto Rocha

24 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s