55 anos de ”Smiley Smile”: A genialidade caótica de Brian Wilson.

Brian Wilson e os Beach Boys fizeram pelo menos 1 disco realmente antológico que entrou para a história da música. Muita gente acha que a carreira da banda se resume ao ”Pet Sounds” mas a verdade é que a banda teve um disco que tinha tudo para ao menos empatar com o disco citado. Por alguns problemas ele demorou para ser finalizado mas em 1967, há exatos 55 anos, a gente viu um pouco de como seria o grande ”Smiley Smile”!

Em 1966. os Beach Boys lançaram ”Pet Sounds”, um disco que dispensa maiores apresentações, um dos maiores discos de todos os tempos. O processo de composição foi quase 100% feito pelo gênio Brian Wilson. Um trabalho que foi grande inspiração para a banda, foi o lançamento de ”Rubber Soul” dos Beatles em 1965 e com o lançamento de ”Pet Sounds”, os Beatles responderam com ”Revolver”, que para muitos é o maior disco de todos os tempos.

Nesse meio tempo, Brian Wilson seguiu trabalhando, recebendo inspirações e captando novos elementos, assim como os Beatles e a música como um todo se encaminhava, inventividade, psicodelia e excentricidade. Brian precisou de apenas 6 semanas em seu estúdio com equipamento de transmissão de rádio, um piano desafinado, baixo eletrônico, melódica, encontrado objetos para percussão e um órgão de teatro Baldwin.

O resultado seria uma loucura total, músicas excêntricas interligadas por vinhetas e um estilo que com certeza os fãs mais ortodoxos da banda torceram o nariz, mas com certeza toda aquela massa fã da música psicodélica do momento se converteria à genialidade de Brian Wilson.

Brian teve problemas psicológicos sérios nessa época que com seu perfeccionismo inatingível não conseguiu conceber por completo o disco Smile, que acabou sendo adiado e por questões de gravadora e conflitos de interesse o disco ficou inacabado na visão que Brian tinha para ele como produto final.

Uma parcela considerável do sucesso do disco se da por conta de uma composição em especial presente nele, ”Good Vibrations”, uma música super especial, ela é uma faixa que ele trabalhava desde a época das sessões de ”Pet Sounds”, é uma verdadeira peça teatral, com momentos emocionantes, um épico, uma música memorável, impossível não se emocionar!

Hoje em dia ”Smiley Smile” é um disco cult da galera, os críticos o colocam num pedestal, coisa que eu concordo, eu enxergo uma qualidade sobrenatural da composição de Brian Wilson em cada elemento nele, ele queria passar uma mensagem, os Beach Boys não era apenas uma banda de músicas de rádio.

Décadas depois, em 2004, Brian Wilson finalmente realizou seu sonho, ele pegou as fitas, se juntou à uma boa equipe e terminou o disco, o intitulando como ”Brian Wilson Presents Smile”, que deu uma nova cara ao disco, o deixou mais bem acabado, redondo. Eu mesmo, não saberia dizer qual a minha versão favorita, ainda bem que não precisamos escolher, ambos estão ai para a galera refletir e se divertir.

”Smiley Smile” é um disco obrigatório para qualquer fã da cena musical dos anos 60, além de ser uma obra maravilhosa, por completo, ele carrega uma das maiores composições de todos os tempos. É um senhor disco e merece demais uma homenagem especial como essa aqui no Entre Acordes nos 55 anos de seu lançamento!

Autor: Neto Rocha

24 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s