50 anos de ”Master Of Reality”: Um disco do Black Sabbath que mudou os rumos do Metal.

Carregando a alcunha de principais fundadores do Heavy Metal, o Black Sabbath foi nada mais nada menos uma das bandas mais influentes e originais da história do Rock! A fase com o Ozzy Osbourne é de longe a minha favorita. Hoje um dos melhores discos dessa fase está completando 50 anos, o grande ”Master Of Reality”!

A banda havia lançado dois discos perfeitos em 1970, o sombrio autointitulado disco de estreia e o grande ”Paranoid”, ambos são clássicos da banda e do Heavy Metal, acabaram influenciando muito o gênero por apresentarem uma estética pesada e sonoramente bem soturno, fantásticos.

O ano virou, chegamos no incomparável ano de 1971. Já experimentando um sucesso comercial notável, o Black Sabbath teve então mais tempo em estúdio, mais referência e mais voz para começar a compor e produzir as músicas para seu novo álbum que seria o ”Master Of Reality”.

E o que esse disco traria de novo? Bom, sonoramente o disco já é ligeiramente mais pesado que os anteriores, a mixagem dos instrumentos é muito densa e forte. O timbre de Toni Iommi está fantástico como sempre e sendo o mestre dos riffs como tal, ele continuou compondo riffs matadores em cada uma das faixas.

O disco abre com ”Sweet Leaf”, logo de cara nos deparamos com Toni Iommi tossindo, reza a lenda que ele tossiu no estúdio após fumar e acabou engasgando com a fumaça, acabaram usando isso na gravação, em seguida um riff emblemático e pesadíssimo, uma faixa grandiosa que abre muito bem o disco. Outro destaque é ”After Forever” uma das músicas mais animadas e frenéticas da banda, no mesmo estilo de ”Paranoid”, excelente.

Após uma sucinta vinheta acústica ”Embryo”, somos esmurrados pela melhor faixa do disco ”Children Of The Grave”, uma das primeiras músicas que trouxeram aquela ”cavalgada” do metal, excepcional. Sem palavras pra esse petardo! Eu também adoro as duas últimas, ”Solitude” e ”Into The Void’, a primeira uma balada psicodélica no melhor estilo de ”Planet Caravan”, já a segunda se tornou um dos pilares dos setlists da banda, grande composição e riff do Iommi.

A sonoridade do ”Master Of Reality” acabou influenciando muita gente posteriormente, o Heavy Metal dos anos 80, o Doom Metal, o Grunge, e mais pros anos 2000 o Stoner Rock, pra vocês verem o tamanho e poder de influência de Ozzy e companhia! Com certeza é um disco primordial do Rock, um trabalho perfeito e com clássicos irretocáveis. Foi um disco de confirmação para a banda, fica a nossa homenagem e recomendação nos 50 anos do seu lançamento!

Autor: Neto Rocha

23 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

2 pensamentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s