50 anos de ”Tim Maia (1971)”: Um dos mais icônicos discos de Tim Maia.

Fãs de música brasileira, hoje é dia de celebrar. O nosso querido Tim Maia, um dos maiores nomes da nossa música lançou discos memoráveis que batem de frente com qualquer disco do Soul gringo. Hoje um de seus maiores discos está completando exatos 50 anos, o grandessíssimo ”Tim Maia” de 1971!

Tim havia lançado apenas o disco ”Tim Maia” de 1970, que de fato é um disco fantástico e podemos dizer que já temos um Tim Maia pronto, já conta com clássicos de sua carreira e musicalmente é muito avançado para a música brasileira da época.

Após ter começado sua discografia solo com o pé direito, Tim entrou mais uma vez em estúdio e aproveitou o ano mais produtivo da história da música. O seu segundo disco traria uma boa mistura de estilos e vertentes musicais mas seria muito bem classificado como um disco de Soul Music.

E o que faz desse disco ser tão especial? A resposta seria claro as grandes músicas presentes nele, mas em especial algumas destacadas como ”Não quero dinheiro (Só Quero Amar)”, que dispensa maiores apresentações, simplesmente uma das maiores músicas de todos os tempos, mágica, um samba-soul muito original e emblemática! Outro destaque gigante é ”Você”, uma melancólica faixa grandiosa, uma das declarações amorosas que vi na vida, lindíssima, merece demais o status que tem! Outras músicas menos conhecidas também merecem menção como ”Não Vou Ficar” e ”Preciso Aprender a Ser Só”. Como curiosidade, esse foi o primeiro disco do Tim a conter músicas com letras em inglês, coisa que ele manteve por muitos anos em discos futuros.

De considerações finais, o disco ”Tim Maia (1971)” é um dos maiores discos da história da música brasileira. Tim Maia simplesmente não errou nos anos 70, ele conseguiu enfileirar grandes trabalhos, com grandes composições e esse não foi diferente. É um dos discos para iniciar a jornada pela sua discografia e estamos muito orgulhosos em poder falar dele aqui! Fica a nossa homenagem e recomendação!

Autor: Neto Rocha

24 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

2 pensamentos

  1. Eu amo esse disco! Mas o meu preferido do Tim é o de 1973! Com certeza, um dos melhores artistas da música brasileira! Ótima sugestão, como sempre.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s