50 anos de ”At Fillmore East”: O antológico show do The Allman Brothers Band.

Como eu já espero dos grandes seguidores do Entre Acordes, sei que a maioria de vocês adoram discos ao vivo, a gente já fez até um Podcast completo sobre os maiores discos ao vivo do Rock e rendeu muito papo. Hoje a gente vai falar sobre o disco que muito provavelmente está entre os 3 melhores de todos os tempos, abram alas para o antológico ”At Fillmore East” do The Allman Brothers Band que está completando exatos 50 anos!

Para um disco ao vivo marcar a história da música ele tem que reunir ao menos uma meia dúzia de fatores determinantes, mas sem dúvida o maior indicador de que um disco ao vivo merece o posto antológico é a qualidade da sonzeira! E o The Allman Brothers Band soube fazer isso como pouca gente dentro do Rock!

A banda havia lançado apenas 2 discos de carreira até então, o autointitulado de 1969 e o ”Idlewild South” de 1970, ambos maravilhosos e fechados, mostrando uma banda pronta e bem acabada para embarcar em grandes turnês desfilando suas grandes músicas e foi isso que aconteceu com eles.

Aproveitando o embalo, a banda foi logo até a lendária casa de shows ”Fillmore East” em Nova Iorque e ao longo de 3 noites em março de 1971, eles gravaram as músicas que constroem esse verdadeiro monumento do Rock N’ Roll nos palcos.

O setlist não tem segredo, é uma compilação dos dois primeiros e únicos discos de estúdio até então, só que não espere uma apresentação convencional fiel às versões de estúdio, você pode esperar uma apresentação no melhor estilo Cream ou Grateful Dead, músicas com mais de 10 minutos, muita improvisação e feeling, o Allman Brothers consegue fazer isso sem soar cansativo ou repetitivo, é o tipo de esqueleto de show que a banda seguiu até o final!

Como eu comentei no início, o ”At Fillmore East” do The Allman Brothers Band, frequentemente é citado como o maior e melhor disco ao vivo de todos os tempos, confesso que às vezes eu entro pra esse time, o disco é maravilhoso, foi inovador em diversos aspectos e musicalmente fala por si só, é perfeito. Além de ter sido primordial para a banda e feito com que eles alcançassem o sucesso comercial desejado, ele exalta uma entidade americana em seu auge num registro antológico! Vamos colocar pra rodar essa maravilha e comemorar os 50 anos desse discaralhaço!


Autor: Neto Rocha

23 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s