”Nine”: O novo e fantástico disco da SAULT!


Saiu hoje o disco ”Nine” da banda mais interessante da atualidade, a misteriosa SAULT! Eles ficaram em primeiro lugar na lista de melhores discos de 2020 aqui no Entre Acordes e agora aprontaram mais uma vez lançando um disco ”em cima da hora” e deixando o pessoal bem entusiasmado! Vamos falar um pouco sobre ele e ver se eles conseguiram no mínimo manter o nível!


Cerca de uma semana atrás, o SAULT anunciou seu novo disco por meio de suposições e disse que o disco estaria disponível no streaming por apenas 99 dias e o título do disco seria ”Nine”, depois disso o site oficial da banda fez uma brincadeira colocando ”faltam 109 dias de 9 para o lançamento do álbum” e 9 dias depois o disco está disponível! Se tem uma coisa que essa banda tem é conceito, quase que um Pink Floyd do novo milênio. E essa aura misteriosa por de trás deles cativam ainda mais o público.

Mas vamos ao que interessa, como está a banda 1 ano depois do lançamento do disco que pra mim foi o melhor do ano? Vamos fazer uma recapitulação da sua discografia até então! Eles estrearam em 2019 com o ”5”, um disco bom mas pra mim é o mais fraco da sua discografia, depois no mesmo ano, lançaram o ”7” um disco também de mesmo nível. No ano seguinte em 2020 a parada ficou mais séria, eles lançaram 2 discos excelentes, o ”Untlited (Black Is)” e ”Untlited (Rise)” que pra mim é a verdadeira obra prima deles.

A banda não segue uma lógica dentro da sua sonoridade, eles absorvem muitos estilos e vertentes e acabam realizando trabalhos totalmente imprevisíveis ao longo das faixas, é incrível. E chegamos finalmente em ”Nine”! O que eu achei desse novo trabalho? Simplesmente fantástico mais uma vez, a SAULT não está pra brincadeira mesmo, eles conseguiram de novo, ”Nine” é um disco conceitual, fechado, muito bem amarrado e muito criativo.

Eles apostam pouco numa sonoridade eletrônica, continuam apostando num funk contido misturado com elementos africanos que fazem o balanço perfeito com orquestrações e uma vibe épica que está presente em todos os discos. Eu diria que ”Nine” está no nível do último lançamento da banda, e acredito que são sérios candidatos a comporem a lista de melhores discos do ano de 2021 aqui no Entre Acordes, isso se não atingirem o primeiro lugar! Que banda, amigos, que banda!

Autor: Neto Rocha

23 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s