35 anos de ”Raising Hell”: O maior clássico do Run-D.M.C.


Dos grandes nomes do Hip Hop old school, o Run-D.M.C é considerado um dos mais importantes do gênero, se não o mais importante. No ano de 1986 muita coisa diferente estava emergindo, o Rock passava por mudanças significativas assim como o Pop, e não foi diferente com o Hip Hop que estava em criação. Há exatos 35 anos, era lançado o fantástico ”Raising Hell”!

O grupo vinha do lançamento de ”King Of Rock” (1985), um disco muito bom mas que na minha visão carecia de grandes hits para solidificar de vez a banda no mainstream. Foi então que tudo mudou, eles entraram em estúdio para a gravação do álbum que entraria para a história da música, o grande ”Raising Hell”!

O que diferencia esse disco do último lançamento? Eu diria que em grande parte é a produção, em ”King Of Rock” eu sinto uma produção mais distante, já em ”Raising Hell”, tivemos a produção de Rick Rubin e somos nocauteamos com uma sonoridade mais agressiva e mais cheia que preenche a caixa de som. Além das composições melhores, o grupo se encontrava num verdadeiro auge criativo, acertando a mão em cada faixa.

Analisando brevemente as faixas já sabemos o porquê desse disco ser tão bem avaliado e reverenciado. Ele já abre com ”Peter Piper” e ”It’s Tricky”, dois dos maiores clássicos da banda, músicas fantásticas e radiofônicas, foram muito usadas em trilhas sonoras. Outra grande faixa que alavancou a carreira da banda é ‘‘Walk This Way”, um clássico do Aerosmith reinterpretado pelo Run-D.M.C. com participação dos próprios integrantes do Aerosmith, isso foi excelente para ambos já que o Steven Tyler e CIA se encontravam em um mal momento comercial.

”Raising Hell” se tornou o primeiro disco de hip hop de platina e multi-platina, parece até uma coletânea, tamanho a quantidade de clássicos atemporais. É um disco obrigatório para qualquer fã do gênero e sem dúvida é a grande porta de entrada para os fãs de Rock que ainda não apreciam o Hip Hop. Fica a nossa homenagem e recomendação!

Autor: Neto Rocha

23 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s