“Elis”: Uma tensa e importante cinebiografia.

Não é exagero dizer que Elis Regina é o maior nome da história da música brasileira. Com muito talento e autenticidade, ela construiu uma carreira maravilhosa, basesada em uma conturbada vida pessoal. Nada melhor para entender e enxergar melhor sua trajetória do que uma bela cinebiografia, e a recomendação de hoje é exatamente isso. O grande filme ”Elis”!

Lançado em 2016, o filme retrata de uma maneira bastante fiel e honesta a vida e obra da cantora Elis Regina, um dos maiores nomes da história da música brasileira. Nele, nos deparamos com todo o contexto, desde a sua juventude, indo acompanhada do pai para o Rio De Janeiro, na tentativa de alavancar sua carreira. Passando pelos seus perreguens, barreiras e dificuldades como mulher naquela época.

Para a minha felicidade o filme se aprofunda bastante na parte mais pessoal e sentimental de Elis, que é intrigante e curiosa, ela passou por poucas e boas nessa parte, encontrando dificuldade em ter relacionamentos amorosos saudáveis. Fora os problemas com drogas e uma forte instabilidade emocional.

Todo esse cenário afetava diretamente sua música, e essa bagagem sentimental aliada ao talento sensacional de Elis fez com que ela desenvolvesse uma carreira maravilhosa e uma história de vida muito rica em acontecimentos e marcos que entraram para a história do Brasil. A narrativa é excelentemente bem construída pelo diretor e vale um destaque superior para a atriz Andreia Horta que fez uma atuação inesquecível como Elis Regina, a gente é convencido de que é Elis quem está na tela, vejo muita entrega e dedicação até nos trejeitos da cantora!

Num geral, o filme “Elis” é uma das melhores cinebiografias brasileiras que eu já vi. Até para quem não conhece ou não é fã da carreira dela, deve adorar esse drama instigante! Fica como recomendação!




Autor: Neto Rocha

24 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.