50 anos de ”Obscured By Clouds”: O disco menos comentado do Pink Floyd na década de 70.

Fazia um tempo que uma das bandas mais amadas e veneradas pelos leitores do Entre Acordes não aparecia por aqui. Sim, o Pink Floyd é gigante não só por aqui mas para história do Rock e da música num geral! E hoje eu tenho o prazer de celebrar o aniversário de um disco que eu amo mas que muita gente não curte tanto, o grandioso ”Obscured By Clouds”!

A banda de Richard Wright, David Gilmour, Roger Waters e Nick Mason vinha nesse início da década de 70 bem, em 1970 tivemos o ”Atom Heart Mother” que é um grande disco de transição, depois tivemos o ”Meddle” de 1971 que é um pouco mais bem acabado e traz grandes músicas. E em 1972 eles seguiram para frente e fizeram um disco mais ”pop” eu diria, quando comparado aos anteriores, aqui eles trabalham num disco que serviu de trilha sonora para o filme francês La Vallée, de Barbet Schroeder. Ele seria o ”Obscured By Clouds”!

Musicalmente ele é baseado muito em violão, mas também explora diversos instrumentos mas sem grandes experimentalismos ou conceitos super explorados o que foi uma decisão interessante e mostra uma banda que sabe fazer canções curtas e acessíveis, mas como se trata de Pink Floyd, todas com um nível de requinte e refinamento superior ao que o mundo vinha fazendo. Estamos falando da banda mais cuidadosa de todos os tempos, meus amigos! Como curiosidade, a confusa capa do disco foi feita pela genial Hipgnosis. E representa uma foto de um homem sentado numa árvore só que totalmente distorcida.

Falando um pouco sobre os destaques que eu faço do disco, já vou tirar do caminho uma pra mim que é uma das baladas mais lindas que eles já fizeram na carreira, coisa de outro mundo, maravilhosa, solar, muito bem composta e grandiosa ”Wot’s…Uh the Deal”! Que música perfeita, com certeza é a grande música desse disco e o representa muito bem. Eu também curto bastante a tensa faixa de abertura e a ”Mudmen” que conta com um solo de guitarra estratosférico de Gilmour!

De considerações finais, o disco ”Obscured By Clouds” mostra uma pequena evolução desde seus últimos discos mas longe de parecer um aceno à grandiosidade e perfeição que eles atingiram no lançamento seguinte que é simplesmente um dos maiores e melhores discos de todos os tempos, ”The Dark Side Of The Moon”, mas essa história fica para o ano que vem! Espero que você saiba apreciar o valor que o disco homenageado de hoje tem! Fica a homenagem, nos 50 anos de seu lançamento!

Autor: Neto Rocha

25 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

30 pensamentos

  1. Devo concordar que Obscured by Clouds talvez seja, juntamente com Atom Heart Mother (do qual, volto a dizer, não curto muito nem pouco), o disco menos cultuado do Pink Floyd na década de 70 e que, a meu ver, encerra a sua chamada “primeira fase” criativa, iniciada na década anterior. Mal sabiam os membros da banda que iriam finalmente conquistar o mundo inteiro com o álbum seguinte, o super aclamado The Dark Side of The Moon (conhecido pelos leigos como o “disco do triângulo” ou o “disco do Mágico de Oz”), mas isso é outro papo que fica para o ano que vem… Por enquanto fica a dica para os ouvintes redescobrirem esta jóia esquecida na obra do Pink Floyd, que agora já é uma jóia cinquentona!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s