35 anos de ”Sign o’ the Times”: O melhor disco do Prince.

Frequentemente lembrado como um dos maiores músicos e instrumentistas de todos os tempos, Prince era uma verdadeira usina criativa, diversos discos maravilhosos com estilos diferentes e muitos clássicos da história do Rock e Pop! Hoje o disco que na minha opinião é o melhor de toda a carreira dele está completando 35 anos, o grande ”Sign o’ The Times”!

Até então, Prince havia lançado o ”Parade” em 1986, um disco regular e que tem um dos maiores clássicos da carreira dele, ”Kiss”! Depois disso, o Prince seguiu trabalhando em sua ”usina” criativa e desta vez a proposta seria diferente e bem mais ambiciosa. O disco seria duplo com uma grande diversidade de estilos, do funk psicodélico até um rock bem anos 80, aliás uma coisa que eu gosto muito nesse disco é essa produção fantástica. As performances de Prince estão maravilhosas também, a voz está no auge.

Usando e abusando de sintetizadores e instrumentos eletrônicos, Prince se mostrava muito inspirado e nos presenteia com um disco duplo que entraria para a história da música, com uma capa emblemática e de muito bom gosto, o resultado? ”Sign o’ The Times” . E falando um pouco mais sobre as músicas, vamos aos destaques desse trabalho grandioso.

De início eu preciso falar da faixa título, uma faixa impactante que já da um belo cartão de visitas da vibe que está por vir, um início monumental e que tem a chance de agrada a todos! ”Housequake” é um das minhas favoritas, uma faixa feita pra fazer sucesso, uma composição que tem a cara do Prince, ela se apoia muito no Hip Hop e parece ter nascido um clássico! Já ”The Ballad Of Dorothy Parker” é minha favorita do disco, uma balada psicodélica, conceitual mas ao mesmo tempo radiofônica, coisa de gênio, sem mais.

”Sign o ‘the Times” é um disco monumental, grandioso, épico e instigante. É o tipo de trabalho que prende a atenção do ouvinte, ele abriga diversos hits da carreira do Prince, com certeza é o melhor trabalho dele e é um pilar do ano de 1987! Espero que a galera curta e celebre esse gigante nos exatos 35 anos do seu lançamento!






Autor: Neto Rocha

24 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

7 pensamentos

  1. Disco duplo bem pretensioso e cansativo do Prince, na minha opinião. Ouvi recentemente e não gostei muito, de boa… Acho que depois daquela maravilha chamada “Purple Rain” de 1984 (tanto o disco quanto também o filme), o saudoso astro pop americano nunca mais conseguiu se superar ou tentar fazer outros trabalhos tão bons quanto.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Sou suspeito pra falar porque é meu álbum preferido da vida, mas sugiro ouvir novamente, daqui há alguns meses (ou anos). A primeira vez que ouvi (em 2010, acho) achei longo, demais, cansativo, gostava só da faixa-título. Hoje é outra coisa, outro nível de experiência. Recomendo o primeiro álbum duplo também, “1999”, lançado antes de Purple Rain (sonoridade bem parecida, por sinal).

      Curtido por 1 pessoa

  2. Também é meu álbum preferido do Prince (meu artista preferido). Considero o melhor disco da década de 80 e, por fim, meu álbum preferido de todos.

    Depois disso ele nunca foi tão longe. Seria difícil, convenhamos.

    Curtido por 1 pessoa

      1. Eu considero o período de 1980-1988 como a melhor sequência de discos do Prince, alternando entre o ótimo, excelente e obra-prima. Pra mim é o equivalente a “era Mick Taylor” dos Stones, a fase “madura” dos Beatles ou o período clássico de Stevie Wonder nos anos 70.

        Pena ver álbuns como Controversy, Parade ou Around the World in a day serem tão subestimados.

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s