”Live In Maui”: O novo disco ao vivo de Jimi Hendrix num cenário paradisíaco.

Jimi Hendrix é um dos artistas que mais ganha relançamentos no decorrer dos anos. Mesmo após 50 anos de sua morte, os detentores de seus direitos parecem ter um estoque de material infinito para ser lançado. E hoje, nós tivemos conhecimento de mais um disco ao vivo dele oficialmente , o ”Live In Maui”. Vamos falar um pouco sobre esse lançamento.

É fato que os fãs do Jimi não podem reclamar de bons registros do guitarrista ao vivo, diversos estão disponíveis no mercado com excelente qualidade de som e video. O último lançamento foi em 2019, um disco ao vivo no Fillmore East. E desta vez, no final de 2020, fomos presenteados com outro lançamento, o ”Live In Maui”, um disco gravado no dia 30 de julho de 1970 em Maui.

Junto ao lançamento do disco ao vivo, em cd e vinil, foi divulgado também um dvd/documentário chamado ”Music, Money, Madness … Jimi Hendrix em Maui” que pra mim é a coisa mais interessante de todo esse material lançado. Pelo vídeo divulgado podemos ver a fantástica qualidade de som e vídeo que está por vir, com certeza vou adquirir esse registro.

Ao mesmo tempo que fico feliz em ver esse tipo de registro que estava engavetado oficialmente, me assusta em ver quanta coisa tem nesse baú. Nesse show particularmente, o que mais me chamou a atenção foi a ambientação dessa apresentação, esse cenário de Maui totalmente paradisíaco numa vibe de fim de tarde de verão me chamou muito a atenção, o público está em clima de férias e bem perto do simples palco montado.

A banda está formada pós-Band of Gypsys, com Mitch Mitchell na bateria e Billy Cox no baixo. O visual de Jimi também está muito bacana, uma jaqueta super cool e uma faixa azul clara na cabeça. Além do mero visual, Jimi apresenta uma vontade enorme no palco, ele toca com a garra de sempre e a sonoridade dos instrumentos está maravilhosa, o setlist conta com os maiores clássicos e na última parte do show é consistido por diversas músicas que viriam entrar nos discos póstumos ”The Cry Of Love” e ”Rainbow Bridge”, ambos lançados em 1971.

De considerações finais, ”Live In Maui”, já nasce como um excelente lançamento, acho super válido esse tipo de gravação ao vivo, mesmo que seja de certa forma repetitiva, se acompanhada de um background relevante e apresentar um cenário maravilhoso como esse, a legitima como um bom lançamento, não vejo a hora de por minhas mãos no documentário. Fica a recomendação!

Um novo documentário de Jimi Hendrix, intitulado Music, Money, Madness… Jimi Hendrix In Maui, está programado para ser lançado em 20 de novembro pela Legacy Recordings.

O documentário contará a história da Experiência Jimi Hendrix e sua jornada para Maui em 1970. É uma história longa e bizarra: ter abordado a Warner Bros. por um adiantamento de $ 500.000 para financiar a conclusão do novo estúdio de Hendrix, seu empresário Michael Jeffery administrou – na mesma reunião – para convencer executivos a financiar um filme chamado Rainbow Bridge, que seria rodado em Maui. Em troca, eles receberiam os direitos de seu álbum de trilha sonora – consistindo de muitas novas gravações de Jimi Hendrix.

O que se seguiu foi um caos completo. Graças a uma série de decisões terríveis e má administração, parecia que o filme estava a caminho de se tornar um fracasso desconcertante. Em uma tentativa desesperada de salvar o destino do filme, Hendrix foi convocado para filmar um “experimento vibratório de cor / som” gratuito na encosta inferior do vulcão Haleakala adormecido, com o público supostamente organizado por seus signos astrológicos.

Autor: Neto Rocha

23 anos. Grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

Deixe um comentário