50 anos de ”Magic Christian Music” – A certeira estréia do Badfinger.

O ano de 1970 foi um dos anos mais mágicos para a história da música, diversos discos que entraram para listas de melhores e mais importantes foram lançados neste ano. Com tantos lançamentos marcantes, diversos discos tão bons quanto esses ficam de lado e raramente recebem o devido valor. E no ano de 2020, o Entre Acordes vai cumprir esse papel de relembrar alguns desses discos subvalorizados. Começando hoje, já que comemoramos 50 anos do lançamento de ”Magic Christian Music”, a estréia da grande banda Badfinger.

Badfinger Band

Com fortes influências dos Beatles, o Badfinger emendou uma boa sequências de discos muito bons, e sua estréia ”Magic Cristian Music” talvez seja o melhor trabalho da banda. Aqui a ideia inicial era produzir uma trilha sonora para um filme que levaria o mesmo nome do álbum, mas depois de pronto, a gravadora resolveu incluir mais faixas inéditas e fechar um disco mais coeso e de carreira para a banda.

O álbum abre com ”Come And Get It”, um desavizado poderia pensar que é uma música dos Beatles, toda a levada e harmonias vocais remetem aos garotos de Liverpool. Certamente essa influência na sonoridade se deve ao fato da produção contar com Paul Mccartney, além de Mal Evans e Tony Visconti. A música que merece o maior destaque em ”Magic Cristian Music” é ”Dear Angie”, uma balada perfeita, com apenas 2min e 41seg a faixa traduz toda a beleza e leveza do disco, uma verdadeira composição da alma. Já ”Rock Of All Ages”, talvez a faixa mais enérgica do disco, poderia estar no álbum branco dos Beatles na voz de Paul Mccarntey, é fantástico.

”Magic Cristian Music” é uma belo retrato da transição que a música pop e o rock estava passando na virada da década de 60 para 70. É um disco fantástico, desde sua bela e diferente capa, até cada uma de suas faixas, e além de tudo foi uma estréia com o pé direito para uma banda que acabou ficando com uma imagem diminuta no decorrer dos anos. Fica aqui nossa homenagem nos 50 anos desse lindo registro.

Badfinger Album Cover

 

Anúncios

Autor: Neto Rocha

22 anos, atleta de futebol e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

Deixe um comentário