”For What It’s Worth (Stop, Hey What’s That Sound)”: A pérola embrionária do Buffalo Springfield.

”Hey, que som é aquele?” O Entre Acordes segue dando continuidade á lista das 100 melhores canções de todos tempos, a escolhida da semana para compor a lista é ”For What It’s Worth (Stop, Hey What’s That Sound)” do Buffalo Springfield. Talvez você possa achar um exagero essa faixa compor uma lista dessa grandeza mas vamos comigo entender o porquê essa é uma das melhores canções de todos os tempos!

Buffalo Springfield

Antes mesmo de estrear, o Buffalo Springfield já contava com seu maior sucesso! Curioso, não!? A banda a havia lançado em 1966 como single antes do seu autointitulado disco de estreia e depois integrou às faixas do álbum.

Composta por Stephen Stills, a música foi batizada somente após ser terminada. Seu direcionamento seria supostamente voltado à uma política anti-armas ou anti-guerra, na época a banda costumava se apresentar na clássica casa ”Whiskey a Go Go”, por conta dos movimentos de shows, os moradores próximos ao local ficavam incomodados com as badernas que ocorriam por ali e depois de uma pressão, a cidade impôs um toque de recolher, isso desencadeou confrontos e manifestações, então é bacana deixar claro que a faixa foi composta sob estas circustancias como inspiração. Na letra podemos ver com um pouco mais de clareza essas orientações:

”Alguma coisa esta acontecendo aqui.
O que isto é, não esta claro.
Ali tem um homem com uma arma.
Me dizendo que tenho de estar alerta.

Eu acho é hora de pararmos.
Crianças, que som é aquele?
Todos olham oque esta acontecendo.

A linha de batalha esta desenhada.
Ninguem esta certo se todos estiverem errados.
Jovens falando em suas mentes.
Eu tenho muita resistencia por de traz.”

Falando um pouco mais da música, ela inicia com aquele efeito emblemático de guitarra feito por Neil Young, que em seguida se encontra com um violão e voz de Stephen Stills no melhor estilo Folk e até Country. Sua levada simples e insistente faz dela uma faixa palatável e assobiável daquelas perfeitas para compor trilhas sonoras de grandes filmes. Quando você a ouve, sente logo de cara que ela já nasceu um clássico.

Para fechar, ”For What It’s Worth (Stop, Hey What’s That Sound)” é nada menos que a música mais importante do Buffalo Springfield fazendo a banda dar um salto logo antes de sua estreia oficial, é uma composição perfeita, curta e direta. Foi uma das primeiras músicas de protesto a fazer sucesso e merece seu lugar na nossa lista das 100 melhores composições de todos os tempos.

49/100

For What Its Worth

Autor: Neto Rocha

23 anos. Grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

Deixe um comentário