50 anos da excelente estreia solo de Eric Clapton!

Após sucessivas trocas de bandas e projetos no decorrer dos anos 60 como os ”The Yardbirds”, ”John Mayall and Bluesbreakers”, ”Cream” e ”Blind Faith”, Eric Clapton decidiu fechar a década (em 1969) entrando novamente estúdio mas dessa vez para dar uma chance pela primeira vez á sua carreira solo e começou as gravações para o seu autointitulado disco de estreia, que comemora meio século de seu lançamento no dia de hoje!

Eric Clapton 1970

Depois de atravessar a década de 60 transitando por mudanças de pensamento no sentido de quais rumos musicais iria seguir, Eric Clapton encerra seu último projeto, a tentativa de fazer uma The Band inglesa com o Blind Faith e se prepara para entrar na próxima década com uma virada em seus rumos musicais.

Clapton faria a primeira nota de sua carreira solo ainda no final de 1969, nas gravações para seu álbum homônimo, essas continuariam ainda em 1970. Desta vez Clapton parece bem mais solto e leve no quesito composições e sonoridade. Aqui ele apostaria em variações de músicas pop e gospel com o bom e velho Rock ‘N’ Roll, balanço que funcionou muito bem na minha opinião.

A abertura do disco talvez engane o ouvinte de primeira viajem, ”Slunk’‘ é uma faixa instrumental até meio psicodélica com diversos efeitos na guitarra, mas já entrega uma produção maior em termos de banda, como instrumentos de sopro. A seguir, ”Bad Boy” uma faixa divertida e bem enérgica, um dos grandes destaques do disco. Em ”After Midnight”, Eric desfila um estilo bem gospel já acostumando os ouvidos para demais trabalhos no estilo. ”Easy Now”, é minha favorita do disco e talvez o maior sucesso desse trabalho, uma balada apenas voz e violão com um refrão totalmente assobiável e lírico. ”Blues Power” também é um clássico e resgata a veia do blues que sempre caminhou com Clapton.

Certamente a estreia solo de Eric Clapton foi uma aposta não muito óbvia para o homem que era um dos maiores defensores do purismo do Blues nos anos 60. Essa abertura nos horizontes musicais de Clapton fez muito bem á ele, pois demonstrou um lado mais melódico que ganharia mais espaço em outras experimentações de estilos como o Reggae alguns anos depois. Talvez seja meu disco favorito de sua carreira solo e merece demais ser mais lembrado como um dos grandes lançamentos do ano de 1970!

Eric Clapton Album

Autor: Neto Rocha

22 anos, atleta de futebol e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

2 pensamentos

Deixe um comentário