”Half The City”: St. Paul & Broken Bones nos mostrando o porque é uma das melhores bandas da atualidade.

Ás vezes a gente se pega implorando para que apareçam novos artistas com aquele nível de composição e produção que ouvimos apenas com os grandes nomes de determinado gênero que rolava 40 ou 50 anos atrás. Para minha felicidade, conheci uma banda que tem exatamente o que eu procurava mas que ao mesmo tempo é extremamente autoral e ainda por cima tem um vocalista muito acima da média. Apresento-lhes ”St. Paul & Broken Bones”!

St Paul Stage.jpg

Com as influências certas, a banda resgata todas as referências do Soul que os amantes do gênero tanto amam, e carregam suas apresentações como se estivessem num palco de um Rock In Rio (nos anos de ouro) ou em qualquer outro grande festival. Entrega e talento tem de sobra com Paul Janeway (vocais), Browan Lollar (guitarra), Jesse Phillips (baixo ), Kevin Leon (bateria), Al Gamble (teclas), Allen Branstetter (trompete), Amari Ansari (saxofone) e Chad Fisher (trombone).

Formada em 2012, a banda já possui 3 álbuns lançados, o excepcional ”Half The City” de 2014 que é a grande recomendação aqui e os bons ”Sea of Noise” de 2016 e ”Young Sick Camellia” de 2018. Não tenho dúvidas de que a sua estreia é de longe um dos melhores discos da década de 2010, o nível das composições e principalmente da perfomance vocal do vocalista Paul, é alucinante.

Como o disco todo é irretocável eu não vou destacar nenhuma faixa específica mas reforço que ”Half The City” não tem uma faixa ruim, são 12 músicas do mais alto nível que o Soul e talento de cada um dos músicos pode chegar, temos faixas altamente vibrantes e baladas emocionantes.

Tive a oportunidade de assistir uma apresentação da banda em 2018 no lendário ”Roundhouse” em Londres, e posso lhes garantir, ”St. Paul & Broken Bones” soa exatamente como em estúdio, e ao vivo tive o bônus de presenciar uma perfomance arrasadora do vocalista Paul, ele não para um segundo sequer, dança o tempo todo, tira a voz da alma e chega a chorar durante a apresentação, quase que um James Brown no corpo de um branco.

Afirmo com tranqulidade que St. Paul & Broken Bones é sim uma das melhores bandas da atualidade e em termos de Soul talvez a melhor. Eu realmente recomendo que vocês dêem uma checada no disco ”Half The City” que para mim é um dos grandes discos de,  sua década!

Half Of The City Album.jpg

Autor: Neto Rocha

23 anos. Grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

Deixe um comentário