50 anos de ”Led Zeppelin II”: Mais um lançamento perfeito da banda em 1969.

O melhor álbum de rock da história? Não seria exagero uma afirmação desse tipo, ainda mais de uma banda que possui uma discografia praticamente irretocável que marcou e definiu os rumos do gênero nos anos 70. O ”Led Zeppelin II” é um bom exemplo de disco perfeito e representa muito bem a explosão criativa dos lançamentos do ano de 1969. No mesmo ano, a banda havia lançado a sua espetacular estreia e mais para o final do ano, mais precisamente há exatos 50 anos, o seu segundo disco, o já citado ”Led Zeppelin II”.

Com Jimmy Page liderando a produção, a banda aproveitou os embalos das seguidas turnês que vinham fazendo e nos intervalos entre os shows, eles compuseram e gravaram o seu segundo álbum. Musicalmente, ele não sofreu grandes evoluções, já que a banda chegou pronta em sua estreia, mas se tem alguma alteração que podemos perceber com mais clareza são os clássicos riffs de guitarra que virariam a marca da banda. Eu concordo que ”Commucation Breakdown” (presente no disco de estreia) é um belo riff, porém em ”Led Zeppelin II”, isso foi elevado á outras proporções, exemplificarei em seguida junto á breves destaques do disco.

Led Zeppelin 1969

Falando um pouco das faixas…

”Whole Lotta Love”: Já na faixa de abertura, aqueles riffs marcantes que eu havia mencionado já dão as caras. Aqui temos Page mostrando o porque ele é um dos maiores gênios da guitarra. Em poucos segundos John Paul Jones chega com as quatro cordas acompanhando a guitarra e logo depois Plant e John Bonham mostram como o Hard Rock teria que ser feito nos anos seguintes. Música perfeita. Destaque também para a pequena ”viajem psicodélica” no meio da faixa, outra marca da banda.

”The Lemon Song”: Mais um belo riff de Jimmy Page, uma das minhas faixas favoritas da banda. O trabalho de bateria de John Bonham apesar de simples é muito cirúrgico e constrói o caminho perfeito para o resto da banda passear. Grande música!

”Thank You”: Muito provavelmenete a minha favorita do disco e de toda a carreira da banda. Uma linda balada, com uma das declarações de amor mais lindas que eu já vi na vida! Escrita em parceria por Page e Plant.

”Heartbreaker”: Depois dos corações derretidos na faixa anterior, o rock n’ roll franco volta ao disco! Posso parecer repetitivo, mas como não destacar esse riff?! Mais uma paulada na sua cabeça. Como curiosidade o solo de guitarra presente no meio da faixa foi inserido de última hora por opção de Jimmy Page, você pode notar o diferente tom da guitarra.

”Ramble On”: Uma faixa com ”cara” de balada que se transforma em um porradão! Também um dos pontos altos do disco. Destaque maior aqui, fica para linha de baixo matadora de John Paul Jones!

”Moby Dick”: Um dos maiores (se não maior) solo de bateria de todos os tempos! Com pequenas e fantásticas interveções de guitarra e baixo a faixa se destaca pela visceralidade de John Bonham na bateria, sendo que em alguns momentos ele toca com a mão. Fantástico.

O disco foi recebido muito positivamente pelo público, o sucesso comercial havia chegado, porém na crítica, surpreendentemente ”Led Zeppelin II”, recebia um rótulo de repetitivo e ”mais do mesmo”, mas como muitos álbuns clássicos, o disco foi ganhando cada vez mais força e nos dias de hoje possui um status de revolucionário e atemporal.

A bela capa foi baseada numa fotografia da Divisão Jagdstaffel 11 da Força Aérea Alemã durante a Primeira Guerra Mundial, porém foram colocados os rostos dos membros da banda e de algumas outras pessoas no lugar dos originais.

Led Zeppelin 2 photo

”Led Zeppelin II” representa bem a grandeza da banda que conseguiu a façanha de se destacar com dois lançamentos perfeitos num dos anos mais prolíficos da história (1969). Ao meu ver, foi um passo natural a partir de sua estreia e muito provavelmente é o disco mais influente para como a sonoridade do rock clássico da década de 70 deveria soar e além de sua relevância, o disco entrega grandes hits não só da carreira da banda mas da história do gênero. Por todos esses motivos, devemos reconhecer o tamanho valor que esse trabalho tem para história e colocar ele pra rodar no aniversário de 50 anos de seu lançamento!

Led Zeppelin 2 cover album

 

Anúncios

Autor: Neto Rocha

22 anos, atleta de futebol e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

Deixe um comentário