50 anos de ”A Nod Is A Good As a Wink… to a Blind Horse”: O Faces atingindo a perfeição.

Eu fico um pouco chateado quando eu vejo algumas bandas dos anos 70 serem tão esquecidas pelo público em geral. Da para fazer um mês dedicado a esse tema, muitas bandas fantásticas que foram do nível de qualquer outra da época, hoje o melhor disco de uma dessas bandas, o Faces está completando exatos 50 anos, a obra de arte chamada ”A Nod Is A Good As a Wink… to a Blind Horse”!

Se você nunca ouviu falar sobre o nome da banda, com certeza você conhece algum dos ilustres integrantes, temos Rod Stewart nos vocais, Ronnie Lane no baixo, Ian McLagan no piano e Kenney Jones na bateria. Até então a banda havia lançado 2 discos, o ”First Step” em 1970, o ”Long Player” em 1971. Depois disso, Rod Stewart embalou sua carreira solo com o disco ”Every Picture Tells A Story” e um pouco da onda do seu sucesso serviu para os holofotes se voltarem à banda que iniciava as gravações de seu terceiro disco que na minha opinião é o melhor de sua carreira, o fantástico ”A Nod Is A Good As a Wink… to a Blind Horse”!

Neste disco a banda seguiria a linha do Rock clássico e genuíno que a maioria das bandas seguia na época, mas o grande diferencial desta vez seria as composições é claro, eles entregariam um disco extremamente coeso, direto ao assunto, com uma força incrível no Rock e uma sutileza e sentimento indiscritível em suas baladas.

O disco abre com ”Miss Judy’s Farm” um belo exemplo de um rock preciso e direto ao assunto, assim como ”Stay With Me”. Das baladas mais lindas do rock, duas estão presentes nesse disco, estou falando de ”Love Lives Here” e ”Debris”, esta última com Dennie Lane liderando os vocais e surpreendendo com tamanho feeling e dedicação, uma música subestimada assim com o disco.

De considerações finais o disco ”A Nod Is A Good As a Wink… to a Blind Horse” deveria estar no panteão dos discos-base da história do Rock N’ Roll, ele tem todos os elementos necessários para tal. Um trabalho que fala por si só, é um documento da época e merece demais que as pessoas o revisitem, façam isso o mais rápido possível, fica a homenagem e recomendação!

Autor: Neto Rocha

24 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s