30 anos de ”Ten”: A perfeita estreia do Pearl Jam.

Dos remanescentes do movimento Grunge, o Pearl Jam talvez seja a banda mais bem sucedida hoje em dia, até porque não sobrou muita gente, infelizmente. Aquele início da década de 90 foi incomparável, muitas bandas surgindo, muitos discos que viriam a se tornar clássicos sendo lançados etc. O Pearl Jam surgiria com um disco de estreia matador, o grande ”Ten” que hoje está completando exatos 30 anos de seu lançamento!

Vamos entender um pouco sobre a origem da banda antes de falarmos mais sobre essa verdadeira obra prima. Na verdade o início de tudo foi a banda Mother Love Bone, ela acabou se dissolvendo após a morte do vocalista Andrew Wood e com isso o baixista Jeff Ament, o guitarrista Stone Gossard começaram a se reunir com Mike McCready, Chris Cornell e Matt Cameron para concluir um projeto-homenagem em memória ao Andrew Wood que levaria o nome de ”Temple Of The Dog” que já foi homenageado aqui no Entre Acordes.

Após o sucesso desse projeto, Jeff Ament, Stone Gossard, Mike McCready e Eddie Vedder, decidiram seguir em frente em suas carreiras e tomaram uma importante decisão, começar uma banda do zero, com uma nova identidade e um novo som. Apesar de serem fortemente influenciados pelo Nirvana, e algumas bandas dos anos 70, o Pearl Jam conseguiu desenvolver uma sonoridade muito interessante, eles compilam a sujeira do Grunge esteticamente falando, junto com um Rock pesado e visceral e ainda letras extremamente profundas e melancólicas.

Falando um pouco das músicas, diversas já estavam com um esqueleto pronto da época do Mother Love Bone e foram reformadas já com Eddie Vender nos vocais. Vale lembrar que o disco é perfeito, mas vou falar um pouco sobre os 4 maiores destaques do disco na minha opinião, começando por ”Even Flow” que entra na briga como uma das músicas mais conhecidas da banda, um riff emblemático e um vocal invejável de Eddie Vedder que faz uma interpretação impecável não só nessa como em cada faixa desse disco. Ela já emenda em nada mais nada menos que ”Alive”, minha faixa favorita da banda, um verdadeiro épico, muito bem composta e complexa. O tipo de música que dificilmente veremos hoje em dia, é coisa de gênio, sem dúvida. Além de conter um dos maiores solos de guitarra da história.

Outras duas músicas que não podem deixar de serem citadas nessa obra prima é ”Black”, a letra foi escrita por Eddie Vedder que da uma aula de lirismo em todo o disco. Uma faixa verdadeiramente grandiosa e pesada, aquele final é simplesmente perfeito. Já ”Jeremy” é uma forte música que fala sobre suicídio deixa ainda mais pesado o disco, uma das músicas mais cultuadas pelos fãs da banda, e de fato é uma música muito única. Adoro o trabalho de violão e guitarra nela.

Como curiosidade, a estreia do Pearl Jam não foi um sucesso imediato, o disco acabou demorando um pouco pra pegar, mas com certeza o lançamento do ”Nevermind” do Nirvana mais pro final do mesmo ano deu uma boa impulsionada nas vendas do ”Ten” e o resto é história.

De considerações finais, é difícil apurar todos os detalhes de um disco fantástico como o ”Ten” em um artigo como esse, convenhamos que ele bate de frente com qualquer trabalho do movimento Grunge. É um discaralhaço impecável, emblemático, perfeito e muito importante para o Rock. Além de todo seu conteúdo e importância é um dos maiores discos de estreias de todos os tempos. O Pearl Jam não acerta sempre, mas quando acerta é pra entrar pra história! Fica a nossa homenagem!


Autor: Neto Rocha

24 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

Nenhum pensamento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s