”The Battle At Garden’s Gate”: O novo disco do Greta Van Fleet.

Um dos discos mais aguardados de 2021 já está disponível. O Greta Van Fleet, uma das bandas mais amadas e criticadas da atualidade, disponibilizou hoje seu segundo disco de estúdio, o ”The Battle At Garden’s Gate”. Você estava ansioso para o lançamento? Ouviu? Gostou? Fiz uma resenha falando um pouco sobre oque eu achei do disco.

Eles haviam lançado apenas um EP em 2017 ”From The Fires” que gerou um enorme alvoroço nas redes sociais pela semelhança da banda com o Led Zeppelin, muita gente gostou e muita gente odiou. No ano seguinte, em 2018 a banda lançou ”Anthem of the Peaceful Army” um disco fechado em que a semelhança com o Led ainda é aparente mas ouve um certo desenvolvimento de sua sonoridade autoral. Já em 2019, fomos surpreendidos com um single totalmente autoral nos mostrando uma banda com um norte mais definido em sua sonoridade.

E hoje, em 2021 fomos apresentados ao seu novo disco, e o que será que eles trouxeram para a gente? O novo disco ”The Battle At Garden’s Gate” tem 12 músicas e 1 hora e 3 minutos e sinceramente falando, me surpreendeu. Eu não achava um demérito enorme o fato deles terem uma clara semelhança ao Led, mas eu via muito potencial neles e torcia para que eles trouxessem uma sonoridade mais única com um Rock N’ Roll bem executado. E na minha opinião isso aconteceu nesse novo disco.

É nítido o cuidado e trabalho que eles tiveram em cada uma das faixas, muitas delas, longas e pouco previsíveis, com uma inventidade que se esperava deles. A prova disso são os destaques do disco, ”My Way Soon” foi um dos singles e tem tudo para se tornar um grande clássico da banda, com certeza será daquelas que vai embalar os shows da banda no futuro, com um refrão bem marcante e um ritmo bem contagiante. Outro bom momento é ”Built By Nations” com um solo de guitarra muito foda. A minha preferida do disco e pra mim uma das melhores músicas lançadas em 2021 é ”Age Of Machine”, com seus quase 7 minutos, ela é uma das mais complexas do disco mas com um trabalho de guitarra fantástico, muito bem elaborada e composta. Uma música que arrepia.

”The Battle At Garden’s Gate” é praticamente um disco conceitual do Greta Van Fleet, ele é fechado em seus temas centrais e de alguma forma as músicas conversam entre si. Eu não diria que é um disco perfeito, mas é no mínimo notável, com músicas muito boas e marcando o claro amadurecimento dos meninos. Em alguns momentos ele extrapola um pouco na vibe épica, mas num contexto geral eles acertaram bem. E você, o que achou do disco?

Autor: Neto Rocha

23 anos, e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s