”Full House”: Um clássico do Jazz na guitarra de Wes Montgomery.

Na minha opinião o grande lugar do Jazz é no palco, de preferência numa casa bem intimista. Convido você para ir comigo á Califórnia, mais especificamente á uma dessas casas ”Tsubo’ para conferir a recomendação de hoje que o Entre Acordes tem a fazer.

Wes Montgomery.jpg

Gravado em Junho de 62, ”Full House” foi composto pela banda: Wynton Kelly no piano, Johnny Griffin no saxofone tenor, Paul Chambers no baixo, Jimmy Cobb na bateria e a lenda Wes Montgomery na guitarra.

O disco carrega um ritmo bebop/bop/latino todos alternados com sutileza entre eles durante toda a apresentação entregando um show aconchegante e muito palatável, o tipo de disco que pode ser considerado um ”coringa” no sentido de se adaptar em ambientes distintos, você pode colocá-lo até numa reunião em família e a chance de alguém reclamar é pequena.

Acredito que esse trabalho não seja somente o melhor da carreira de Wes Montgomery, mas eu o colocaria entre os melhores discos de Jazz de todos os tempos, e também uma das maiores referências quando falamos em guitarra no Jazz. Ele sem dúvida está com Pat Metheny, Joe Pass, George Benson e outro ícones do estilo.

”Full House” é um disco obrigatório para quem gosta de um bom Jazz, tocado sem muita experimentação e direto ao ponto. Wes Montgomery nos prova o porquê ele é um gênio do gênero que além de ser um artista autodidata, tem um bom gosto incrível e grande importância na cena. Fica a recomendação!

Full House Album.jpg

Autor: Neto Rocha

22 anos, atleta de futebol e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

Deixe um comentário