“You Really Got Me” – A pérola ProtoPunk/Hard Rock do The Kinks

Hoje, o “Entre Acordes” com muito prazer apresenta uma das mais magníficas e importantes gravações da história do Rock, que obviamente, merece seu lugar no nosso quadro “As 100 Melhores Canções de Todos os Tempos”. Eis que falo da super clássica “You Really Got Me”, da maravilhosa banda The Kinks.

Apresentando um dos riffs de guitarra mais instantaneamente reconhecíveis de todos os tempos, a batida reta e guitarras agressivas, influenciaram muita coisa daquilo que conheceríamos posteriormente como Punk Rock e Heavy Metal. Não é a toa que a música foi regravada por uma das maiores entidades do Hard Rock setentista, a banda Van Halen, no seu disco de estreia auto entitulado em 1978 (que aliás, muita gente até hoje pensa que a música é de fato deles). “You Really Got Me” foi originalmente escrita pelo grande líder dos Kinks, Ray Davies, curiosamente em um estilo mais orientado para o Blues, mas depois de gravar dois takes diferentes, a banda seguiu com uma versão mais frenética de puro Rock And Roll com acordes poderosos, da qual se eternizou e conhecemos hoje.

Uma história curiosa envolvendo os bastidores desse grande petardo do Rock And Roll, é o forte boato de que o lendário guitarrista Jimmy Page, teria executado o solo de guitarra na gravação, um mito que por sinal, acabou sendo desmentido pelo próprio em algumas ocasiões. Esse rumor provavelmente deve ter ocorrido pelo fato de Page já ter sido creditado como guitarrista em outras sessões com os Kinks, e também por já naquela época, já ser muito bem reconhecido como um respeitado e um dos mais requisitados músicos e produtores de estúdio da cena Pop musical inglesa.

Outra história clássica especificamente sobre o clássico riff da música, é o fato do guitarrista Dave Davies, ter cortado o cone do alto-falante de seu amplificador com uma lâmina de barbear para conseguir o som sujo desejado para seu imortal e incandescente riff. Na verdade, até hoje rola uma certa controvérsia entre os irmão Davies sobre quem de fato foi a verdadeira mente criativa por trás dessa inusitada ideia. Bem, independentemente de quem tenha sido, o fato é que isto contribuiu para fazer de “You Really Got Me” uma das canções mais icônicas e importantes da história do Rock, afinal, acabou se tornando o tipo de gravação que é considerada por unanimidade como uma das principais influências para a ascensão e desenvolvimento para gêneros mais pesados, frenéticos e densos que o Rock passaria a soar principalmente dos anos 70 em diante. Viva ao The Kinks por ter nos presenteado com esta poderosa e visionária gravação, que inspirou diversas bandas como Ramones, The Clash, The Jam, Van Halen, Oasis e entre outras.

42/100

Autor: Felipe Silva

28 anos, paulista, corinthiano, e o mais importante, consumidor compulsivo de música! Rock, Soul, Funk, Blues, Jazz, MPB, que a música boa seja exaltada independente de gênero. God bless you all.

Deixe um comentário