45 anos de “Moving Violation” – Um dos melhores, porém mais esquecidos discos do The Jackson 5

Há 45 anos atrás, um dos maiores grupos da história da lendária Motown Records, lançava um ótimo LP chamado “Moving Violation” (1975). Sim, ótimo disco em termos musicais, mas porém, também um lançamento de certa forma triste para o conjunto e para a gravadora, pois esse seria o derradeiro álbum que os irmãos Jacksons lançariam pelo selo da gravadora.

Pois é, a relação entre a Motown e os The Jackson 5 na época andava bastante abalada. Os irmãos exigiam que lhes fossem concedidos mais poder de decisão na hora de compor, arranjar, gravar e produzir o trabalho musical do grupo, até porque, assim também poderiam receber mais com os royalties. Já a Motown por outro lado, não estava bem disposta a aceitar isso, pois já tinham uma sonoridade extremamente estabelecida e muito bem sucedida, afinal, o conjunto sempre fez muito sucesso desde que assinara com a gravadora em 1969.

Mas deixando um pouco os fatos tristes de lado, e analisando a parte musical deste disco, na qual tentarei falar um pouco nestas maus traçadas linhas, “Moving Violation” pode ser considerado um dos melhores álbuns que o grupo lançou nessa fase que aliás, é bastante subestimada, inclusive pelos próprios fãs. O disco reúne uma seleção de músicas excelentes que trazem todo o amadurecimento que o conjunto passava pela época. Deixaram totalmente de lado o Pop Funky mais infantil dos primeiros trabalhos, e agora embarcavam de cabeça numa sonoridade mais adulta, juntando o Soul, o Funk e a recém nascida Disco Music com muita precisão e qualidade.

As faixas de maiores destaques ficam para a explosão pura festa Disco Music de “Forever Came Today” e “Especially For Me”. Petardos Funks poderosos em “Honey Love” e “Body Language”, e o clima Funk Psicodélico da faixa título que aproxima o som dos Jacksons a outras bandas seminais como Funkadelic e Sly & The Family Stone, que já haviam experimentando nos dois discos anteriores, os ótimos “Get It Together” (1973) e “Dancing Machine” (1974).

Apesar de “Moving Violation” ser um dos discos mais esquecidos de toda a discografia dos The Jacksons hoje, neste momento eu deixo o meu coração de fã falar mais alto, pois “Moving Violation” é sim um excelente álbum. O trabalho instrumental aqui está melhor do que nunca juntamente com os arranjos e as harmonias vocais dos irmãos cada vez mais lindas e muito bem feitas. Fica aqui a minha indicação de hoje.

Anúncios

Autor: Felipe Silva

28 anos, paulista, corinthiano, e o mais importante, consumidor compulsivo de música! Rock, Soul, Funk, Blues, Jazz, MPB, que a música boa seja exaltada independente de gênero. God bless you all.

Deixe um comentário