10 anos de ”Brothers”: A chegada da “Everlasting Light” dos Black Keys

Chegando para ficar como uma das maiores e melhores bandas de rock de sua era, os Black Keys atingiram sucesso comercial e se encontraram sonoramente com o disco Brothers, há exatos 10 anos atrás. Em 2009, os Black Keys passaram por tensões que quase acabaram com a banda, mas acabaram ficando juntos e finalmente estourando, num disco gravado no estúdio Muscle Shoals Sound, no Alabama, lugar histórico onde parte do clássico Sticky Fingers foi gravado.

O disco tem muito do Blues elétrico, em particular me lembra muito de “Eletric Mud”, de Muddy Waters. Por falar em Blues, a capa faz referência ao “Howlin’ Wolf Album”, de 1969. Vale lembrar que nesse ponto os Black Keys já tinham nove anos de experiência, e apesar de ser “cru” em certo nível, o disco mostra uma banda já madura em ação.

Falar em destaques, bom, eu gosto muito de “The Only One” e “The Go Getter”, elas fogem um pouco da monotonidade do resto do disco. O charme Howlin’ Wolf de Howlin’ for You também é muito foda. Olhando para trás agora o disco soa um pouco datado, mas vale lembrar que ele contribui muito para a formação desse som mais genérico de Rock and Roll que tanto vemos hoje em dia, e apesar de não ser um grande fã desse som em particular, os Black Keys são muito bons e me cativam muito. 10 anos de Brothers!

Autor: allanfranzner

Guitarrista, amante e entusiasta da música, principalmente do rock n' roll!

Deixe um comentário