Entrevista com a banda “Level 11” – Revelação do Rock Paulista

Banda Level 11.

É com muito prazer que hoje estaremos iniciando um novo quadro aqui no “Entre Acordes”, um quadro que nos enche de orgulho e felicidade, pois através dele, iremos poder realizar entrevistas com novas bandas do cenário underground do Rock nacional que tanto precisam do apoio de todos nós apaixonados por música.

E para dar o pontapé inicial neste trabalho, nossa primeira entrevista é com a banda “Level 11”, grande revelação do Rock paulista, que há 5 anos, vem agitando a cena com um belo trabalho autoral. A banda conta hoje na formação com Marcelo Júnior (vocal), Anderson Moura (guitarra), Fernando Souza (baixo) e Bia Oliveira (bateria), e já possuem um álbum homônimo lançado em 2018 (distribuído pela Universal Music), e três novos singles lançados em 2019. Agora, a banda se concentra em gravar e lançar o segundo álbum de carreira.

Espero que gostem!

Fernando Souza (baixo), Bia Oliveira (bateria), Anderson Moura (guitarra) e Marcelo Júnior (vocal).

Entre Acordes: Qual o motivo por trás do nome da banda?

Marcelo Júnior: A banda estava fazendo apresentações, porém não havia um nome (não pensamos nesse item rsrs), e tínhamos um show marcado e o contratante perguntou qual era o nome da banda para divulgar, foi então que eu disse para o meu amigo (éramos uma dupla e tocavámos com vários músicos de apoio) que tal Apartamento 11? (homenagem para o nosso local de ensaio, o meu apartamento) ele riu e disse que o nome era horrível, então eu sugeri Level11 e achamos que esse estava bacana.

Entre Acordes: Quando a banda foi formada?

Marcelo Júnior: Em Outubro de 2015, eu estava atravessando um período bem díficil saindo de um tratamento médico e um amigo encontrou como forma de apoiar a minha recuperação formar a banda para usarmos como terapia, era para ser uma brincadeira, tocar por algumas semanas e parar… mas, estamos aqui, perto de completarmos 5 anos de missão.

Entre Acordes: De onde vem a banda?

Marcelo Júnior: Somos todos da zona leste de Sampa.

Entre Acordes: Falando sobre o single “Verônica”, qual a inspiração da música?

Marcelo Júnior: A inspiração veio de uma amiga muito especial que me ajudou a resolver um desafio e então descrevi algumas situações que originaram o “desafio” na canção e batizei com o nome dessa amiga de luz.

Entre Acordes: Como surgiu a ideia da participação do músico Thiago Martins na faixa?

Marcelo Júnior: O Thiago Martins é o mestre de guitarra do Anderson (guitar Level11) e meu, e durante as aulas de guitarra sempre conversamos com ele sobre a Level11 e o desejo de gravar com ele, pois possui a energia que a banda curte, ele é muito do bem e ter ele conosco nesse trabalho foi um presente para nós.

Entre Acordes: Sobre o álbum de estreia de 2018 da Level 11, onde foi gravado? Qual foi o processo de composição e gravação?

Marcelo Júnior: O nosso primeiro álbum foi gravado no Molotov Studio, contou com a produção do batera da Level11 na época (Marcos Pulito), as canções foram na sua maioria composições que fiz enquanto estava em tratamento médico, o tempo que tinha dedicava a escrever o que estava sentindo e jamais imaginava naquele período que as canções sairiam da minha cabeça para um álbum, e no final do processo ainda ter o álbum distribuido pela Universal Music foi algo indescritivel.

Entre Acordes: Quais são suas influências do passado e hoje?

Marcelo Júnior: Durante toda a minha adolescência eu ouvi muito punk rock, era muito bom ver aqueles caras “feios” berrando e fazendo música com 3 acordes, isso me deu esperança para formar a minha primeira banda aos 12 anos de idade, a “youngs course crazy”, na época, o batera tinha o instrumento mas não sabia tocar, eu tinha uma guitarra mas não sabia tocar nenhum acorde e nos reuniamos, ligava tudo no volume máximo e ficavamos fazendo canções sobre o quanto odiavamos ir a escola rsrs (pensa na cena bizarra).

Entre Acordes: Poderia citar 5 discos que formaram o gosto musical e que tiveram influência na banda?

Marcelo Júnior: Ao invés de 5 discos, vamos lhe dar 5 artistas rsrs….

Anderson Moura: Legião Urbana, Capital Inicial, Barão Vermelho, Engenheiros do Hawaii e Nenhum de nós.

Bia Oliveira: Guns n´Roses, Linkin Park, Titãs, Scorpions e Metallica.

Fernando Souza: Julien-K, Linkin Park, Skillet, Scalene e Medulla.

Marcelo Júnior: Suede, U2, RadioHead, The Cult e Bad Religion.

Entre Acordes: Em que parte do cenário do Rock a Level 11 se encaixa?

Marcelo Júnior: Em duas partes do cenário apenas. Aquela que abrir a porta para a Level11 e naquela que vamos derrubar a porta para entrar.

Entre Acordes: Qual a pretensão da Level 11?

Marcelo Júnior: Mudar a “visão” de todos que entrarem em contato conosco através da música. Mostrar que podemos ser diferentes e sermos aceitos entre nós, viver um dia de cada vez pelo melhor e para o melhor. Entregar-se para o bem, impedir que mais vidas sejam levadas pela depressão. Queremos ser reconhecidos um dia além das nossas canções, como um movimento que teve começo e não haverá fim…

Entre Acordes: Qual a visão da banda sobre o Rock atual do Brasil?

Marcelo Júnior: Acreditamos que estamos no melhor momento, nunca houve tantas oportunidades para conectar o rock com as pessoas de forma tão livre e diversificada.

Entre Acordes: Quais as principais dificuldades que uma banda de Rock enfrenta hoje no atual cenário musical brasileiro?

Marcelo Júnior: Tenho percebido que uma das dificuldades que merecem atenção é o cuidado em formar parcerias, dentro da banda e no universo que envolve a banda (ou qualquer outro projeto) é fundamental estar com as pessoas certas, aquelas que realmente acreditam na missão a qual a banda se propõe.

Entre Acordes: Quais os planos futuros da Level 11?

Marcelo Júnior: No meio desse cenário caótico (COVID) estamos batalhando para seguir com o nosso desejo de lançar o segundo álbum ainda em 2020, a médio e longo prazo queremos construir uma história que seja lembrada por muitas vidas, dia a dia estamos trabalhando e buscando realizar esse propósito.

A equipe do “Entre Acordes” agradece imensamente a disponibilidade da Level 11. Desejamos sucesso e inspiração na trajetória da banda.

Site oficial da banda: https://bandalevel11.com.br/

Redes sociais:

Instagram: https://instagram.com/level11oficial?igshid=1lixd6hj5zsr9

Facebook: https://m.facebook.com/bandalevel11/

Abaixo, todos os lançamentos da banda até então!

Anúncios

Autor: Felipe Silva

28 anos, paulista, corinthiano, e o mais importante, consumidor compulsivo de música! Rock, Soul, Funk, Blues, Jazz, MPB, que a música boa seja exaltada independente de gênero. God bless you all.

Nenhum pensamento

Deixe um comentário