“Let’s Take It to the Stage” – 45 anos de um dos melhores discos da entidade Funkadelic

Para qualquer um que seja adepto e profundo apreciador do imenso e fantástico cenário da Soul Music e do Funk americano (principalmente dos anos 60 e 70, a era de ouro do gênero) tem muita consciência de que a incrível Funkadelic, é uma das maiores, melhores e mais originais bandas que imperaram na magnífica música negra americana que foi produzida naquela época (e olha que a concorrência era braba hein).

Liderados pelo malucão e genial George Clinton, o Funkadelic passou a década de 70 inteira produzindo discos espetaculares, que se tornaram obras seminais e obrigatórias para se compreender e admirar o Funk/R&B setentista, o que obviamente, tornou o Funkadelic um dos principais grupos do gênero na época. Um desses grandes álbuns, é o excelente “Let’s Take It to the Stage” (1975), que exatamente hoje, está completando 45 anos de lançamento!

O disco inteiro é um petardo sacolejante do início ao fim, com grooves pesadíssimos, linhas de baixo poderosas, solos de guitarra viscerais e alucinógenos (cortesia do sensacional Eddie Hazel) e uma verdadeira e estupenda aula de sessão rítmica que se traduzem num perfeito caleidoscópio de Funk, Soul, Rock e Psicodelismo, resultando numa fantástica e dançante piração sonora, e é por isso e muito mais que, “Let’s Take It to the Stage” é sem sombra de dúvidas, um dos melhores discos da carreira desta maravilhosa entidade batizada de Funkadelic.

Autor: Felipe Silva

28 anos, paulista, corinthiano, e o mais importante, consumidor compulsivo de música! Rock, Soul, Funk, Blues, Jazz, MPB, que a música boa seja exaltada independente de gênero. God bless you all.

Deixe um comentário