O grande clássico do Saxon: 40 anos de Wheels of Steel

Após o fracasso de sua estréia mal produzida, mas o sucesso na turnê de divulgação, principalmente abrindo paea o Motörhead, os caras do Saxon entraram nos anos 80 de cabeça ajudando a definir o som tão influente da N.W.O.B.H.M. com seu melhor disco, nosso aniversariante de hoje, o clássico Wheels of Steel.

O som Heavy Metal clássico britânico do Saxon é encantador, aqui em sua formação e fase mais clássica, ainda combinado com todo o charme de motoqueiros malvadões e resultando numa banda que te entrega tudo o que você precisa para se apaixonar por ela. Temos os hinos motoqueiros Motorcycle Man (uma porrada!) e Wheels of Steel, além do hino em forma de balada 747 (Strangers In The Night), uma letra agonizante sobre uma misteriosa queda de avião, e também um Blueprint para baladas de Heavy Metal.

Graham Oliver e Paul Quinn fazem um maravilhoso trabalho de guitarras, a batera é estável e constante, e os vocais do grande Biff Byford, bom, um dos melhores do gênero, aquela fórmula estilo Judas que quando bem feita como em Wheels of Steel é uma catarze. Também temos Freeway Mad, Street Fighting Gang, o Hard Rock à moda Cheap Trick Suzie Hold On, e a fortíssima Machine Gun (não, não aquela do Jimi Hendrix).

Um disco seminal desse grande movimento, que eu guardo com carinho, e certamente uns moleques americanos da época também, moleques que vieram a levar o Metal para lugares novos, talvez você tenha ouvido falar de Metallica e toda a cena Thrash da Califórnia, não? Esse disco foi inspiração para essa galera toda. Vida longa ao Saxon!!!

Autor: allanfranzner

Guitarrista, amante e entusiasta da música, principalmente do rock n' roll!

Deixe um comentário