O planeta negro: 35 anos da estreia sombria do Sisters Of Mercy.

Quando pensamos no Rock gótico logo nos vem à cabeça a fabulosa banda SISTERS OF MERCY, um dos grandes expoentes da cena Dark inglesa que teve início nos anos 80. Banda liderada pelo vocalista Andrew Eldritch – considerado por muitos como a encarnação das trevas, devido a sua voz sombria e macabra – contava também com os talentosos Wayne Hussey e Craig Adams (guitarrista e baixista respectivamente) que, posteriormente, após brigas com Eldritch, formariam o The Mission, outra grande banda da cena gótica. Completava a formação Gary Marx na outra guitarra.

A curiosidade recai sobre o fato da banda não ter um baterista. O encarregado pelas funções rítmicas era o primeiro e único Doktor Avalanche, que na verdade era uma bateria eletrônica Oberheim DMX. Outra curiosidade é a respeito do nome da banda: Sisters Of Mercy é o título de uma canção de Leonard Cohen.

SM3

Hoje comemoramos o aniversário de 35 anos da estreia do Sisters, o fantástico First and Last And Always, que pode ser considerado um dos grandes marcos da música obscura; A voz cavernosa de Eldritch e suas letras desesperadoras, as guitarras soturnas e densas de Hussey, o baixo pesado e sombrio de Adams, vários componentes que fazem deste álbum uma verdadeira missa negra aos ouvidos.

Um debut pra ninguém colocar defeito: ”Black Planet”, ”Walk Away”, ”Marian”, ”Ampheatamine Logic”, ”Some Kind Of Stranger” etc. A primeira vez que ouvi esse disco foi um verdadeiro choque, fiquei absolutamente encantado com a massa sonora sombria e fúnebre da banda. Espero que sejam cativados também por este portento disco.

SM2

A text by @lukaspiloto7twister

Anúncios

Autor: Luc Rhoads

Um grande apaixonado por música e aventuras. Carioca, estudante de Educação Física, professor de inglês e vascaíno doente.

Deixe um comentário