50 anos de um gênio das seis cordas

Hoje é aniversário desse mestre aí. Um gênio das seis cordas. Um dos maiores (e um dos meus preferidos) guitarristas que surgiram nos últimos 30 anos. Genial e genioso, criativo e original, simples e virtuoso, a melhor fase e as melhores músicas do RHCP é com ele na formação e composição, onde contribuiu intensamente nos melhores discos da banda, “Mother’s Milk” (1989) e “Blood Sugar Sex Magik” (1991), verdadeiras obras primas do Funk/Rock .

Além disso, construiu ao longo dos anos uma carreira solo sensacional, na qual recomendo três discos especiais: “Shadows Collide with People” (2004), “Inside of Emptiness” (2004) e “The Empyrean” (2009, meu preferido e que tem um cover de “Song to the Siren” de Tim Buckley de fazer qualquer ser chorar), obras muito profundas, frutos de uma mente extremamente criativa e inquietante, recomendo demais!

Celebremos os 50 anos de vida desse guitarrista incrível, que de forma brilhante, consegue unir simplicidade e criatividade, Funk e Punk, peso e melodia, tudo na medida certa. Merecedor de toda admiração possível. E nós, fãs desse grande músico, ainda fomos felicitados com a ótima novidade de seu retorno ao RHCP, que ele seja muito feliz e produtivo nessa nova fase da banda.

Anúncios

Autor: Felipe Silva

28 anos, paulista, corinthiano, e o mais importante, consumidor compulsivo de música! Rock, Soul, Funk, Blues, Jazz, MPB, que a música boa seja exaltada independente de gênero. God bless you all.

Deixe um comentário