”My Sweet Lord”: O lado espiritual de George Harrison servindo de muita inspiração.

Muito provavelmente, ”My Sweet Lord” é a maior e melhor canção com cunho religioso da história, pelo menos a maior que tenha sido composta por um músico popular do nível de George Harrison. Ela se destaca mais especificamente pela sua musicalidade, que é algo de sobrenatural pela a sensiblidade tanto nos instrumentos, quanto na voz de George Harrison. Dado sua importância e nível artístico, decidimos colocá-la na nossa lista:  ”As 100 melhores canções de todos os tempos”.

George Harrison 29170.jpg

A linda canção faz parte de um dos melhores álbuns da história da música ”All Things Must Pass”, lançado em 1970. Foi também um dos singles do disco, uma aposta ousada se levando-se em conta o tema ”delicado” que ela abordava, a religião. Usando como inspiração a versão do hino cristão ”Oh Happy Day” de Edwin Hawkins Singers, George a compôs para o deus hindu Krishna.

Logos nos primeiros acordes, a música já nos leva á um lugar novo, um lugar calmo e sereno, Em meio aos acordes, o Slide tocado por George Harrison traz uma vibe fantástica e marcante, difícil não se emocionar ouvindo algo desse nível. A voz de George Harrison está impecável, ele clama ao senhor, por um encontro com ele. É um pedido por uma maior proximidade com Deus.

”Eu realmente quero vê-lo
Realmente quero estar com Você
Realmente quero vê-lo, Senhor
Mas isto vai levar muito tempo, meu Senhor”

Comercialmente foi um sucesso, ela liderou as paradas mundiais, foi o primeiro número 1 de um ex-Beatle, e mais tarde se tornou um dos singles mais vendidos de todos os tempos. Nada mal para o primeiro single de George Harrison como artista solo. O time de músicos que participaram da gravação é estelar: Billy Preston, Ringo Starr, Eric Clapton, a banda Badfinger e nosso querido George Harrison.

Como curiosidade sobre a música, George Harrison ”deu” a composição para Billy Preston que também agendou o lançamento como single para seu belo álbum ”Encouraging Words” também de 1970.

”My Sweet Lord” é uma canção como poucas, com um nível de sensibilidade áltissimo. Ao mesmo tempo que é muito simples, ela gira em torno de uma grandiosidade única, tanto pela produção de Phil Spector, quanto pela competência dos músicos envolvidos. Ela mais do que merece estar entre ”As 100 melhores canções de todos os tempos”.

31/100

George Harrison My Sweet Lord

 

https://open.spotify.com/track/0qdQUeKVyevrbKhAo0ibxS?si=uPKzyeUkSCSUB4s7hSavIA

Autor: Neto Rocha

22 anos, atleta de futebol e grande entusiasta de uma das coisas mais poderosas inventadas pelo homem, a música.

Deixe um comentário