80 anos de um dos maiores gênios da história do Soul/R&B

Hoje um dos seres mais antológicos do qual pôde presentear nossos ouvidos e nossas almas com sua maravilhosa e lendária música, está completando 80 anos de vida: Eis que falo do incrível Smokey Robinson.

Smokey Robinson é um sensacional cantor, compositor e músico americano de R&B, Soul e Pop, além de exímio produtor musical. Depois de ganhar grande destaque como fundador, compositor principal e vocalista de um dos grupos vocais mais icônicos da Motown, os The Miracles, em meados da década de 1950, ele também teve uma carreira solo muito notável. Um dos maiores e mais influentes artistas de Soul e R&B da história, o papel de Robinson foi fundamental para estabelecer a Motown Records como a principal gravadora do mundo, além de também ter atuado como vice-presidente da Motown de 1961 a 1988.

William “Smokey” Robinson Jr. nasceu em uma família pobre em 19 de fevereiro de 1940 em Detroit, Michigan. Em 1955, com 18 anos de idade, Robison formou a primeira formação do conjunto vocal que mais tarde se tornaria The Miracles, com os amigos de infância Ronald White e Pete Moore. Sua voz profundamente apaixonada e de alto alcance impressionou imensamente o proprietário da Motown, Berry Gordy, e o grupo assinou um contrato de gravação em 1960. O primeiro single de sucesso foi “Shop Around” (1961), a música alcançou o número um nas paradas de R&B da Billboard e o número dois nas paradas de música Pop. Ao longo do tempo, os The Miracles desenvolveram um repertório irrepreensível e brilhante, incluindo clássicos como “You Really Got Hold On Me” (1962), “Mickey’s Monkey” (1963), “Going to Go-Go” (1965), “Goo Baby Baby” (1965), “The Tracks of My Tears” (1965), “More Love” (1967), “I Second That Emotion” (1967) e “Baby, Baby Don’t Chy” (1969). Em 1967, o grupo ficaria conhecido como “Smokey Robinson & The Miracles.

Robinson também construiu sua reputação de gênio do Soul, escrevendo e produzindo grandes sucessos para outros grandes artistas da Motown durante os anos 60. Alguns deles incluem “My Girl” (The Temptations, 1964), “You Beat Me to the Punch” (Mary Wells, 1962), “Ain’t That Peculiar” (Marvin Gaye, 1965), e “Who’s Loving You” (1969, The Jackson 5). Além disso, suas músicas também regravadas por lendas como Aretha Franklin, The Beatles, Linda Ronstadt, entre outros.

Em 1972, Robinson decidiu deixar os The Miracles para dar início a sua tão sonhada carreira solo. Lançou seu ótimo debut “Smokey” (1973), e logo mais o aclamado e espetacular disco “Quiet Storm” (1975), além de uma série de belas canções românticas de sucesso como “Cruisin ‘” (1979), “Being with You” (1981) e “Just to See Her” (1987).

Smokey Robinson é reconhecido hoje com unanimidade como uma lenda viva da história da música mundial. Ergueu até ao topo a sua brilhante carreira sendo não só “apenas” um dos melhores cantores e intérpretes da Motown, mas também um dos compositores e produtores mais prolíficos de uma das maiores gravadoras da mundo. Até mesmo outras grandes lendas o reverenciam, “Smokey Robinson era como Deus”, Paul McCartney afirmou certa vez. “Gente do mundo inteiro cantava aquelas músicas”, disse também Steven Tyler. A quantidade absurda de sucessos escritos por Robinson que tocavam nas rádios faziam os DJs da época dizerem coisas como “Ele é uma combinação de Sam Cooke, Paul McCartney, e George Martin. Mas ninguém fez tudo tão bem quanto Smokey, e nenhum com seu estilo e graça. Feliz aniversário para esse mestre lendário da música, viva Smokey Robinson!

Autor: Felipe Silva

28 anos, paulista, corinthiano, e o mais importante, consumidor compulsivo de música! Rock, Soul, Funk, Blues, Jazz, MPB, que a música boa seja exaltada independente de gênero. God bless you all.

Nenhum pensamento

  1. Felipe, gostaria de somar um pequeno comentário acerca da discografia desse artista maravilhoso, que é o album Yes It’s You Lady (1982), destacando a música TELL ME TOMORROW (https://www.youtube.com/watch?v=KpSYucF1oLo ) q cheguei a curtir nos bailes aqui do RJ e pelo q soube também foi muito divulgada nos bailes da CHIC SHOW. Mas parabéns pelo post, me revelou muito coisa sobre o SMOKEY q’eu ñ sabia. Gostei.

Deixe um comentário