Os “Novos” Lennon/McCartney do Squeeze – 40 Anos de “Argybargy”

No apagar das luzes da década de 70, o tão icônico movimento da “Invasão Britânica” emergia novamente na música jovem do Reino Unido. Mas, dessa vez, a exportação era de bandas majoritariamente New Wave/Synthpop, muito impulsionados pela recém-formada MTV. Nesse contexto, o Squeeze encontrava um caminho para, mesmo com seu som orgulhosamente Inglês, chegar à tão cobiçada América. Em 1980, inugurando uma tão frutífera década, eles lançam o que seria sua escalada comercial, o incrível “Argybargy”, que é nosso aniversariante de hoje!

O som do Squeeze é produto da incrível dupla formada pelo vocalista/guitarrista solo Glenn Tilbrook e o guitarrista base e letrista, com suas divertidas crônicas da vida na terra da Rainha (e ocasional vocalista) Chris Difford. Uma sintonia que foi até chamada de “os novos Lennon/McCartney”, e que é responsável por verdadeiras pérolas pop, que já nos arrebata nos primeiros segundos de “Pulling Mussels (From The Shell)”, uma canção primorosamente pegajosa, de melodia absolutamente genial, sendo o grande hit do disco.

“Another Nail In My Heart” é mais uma amostra da maestria Pop de Difford/Tilbrook (que aqui entrega um solo altamente sofisticado), encontrando nos teclados de Jools Holland (sim, aquele da BBC) um arco-íris de sonoridades, criando deliciosas camadas sintéticas. É essa essencial mistura que torna canções como “Separate Beds”, “I Think I’m Go Go” ou “If I Didn’t Love You” verdadeiras obras-primas, ora grandiloquentes, ora de uma inocência contagiante.

Alguns momentos mais viscerais lembram a raiz Rock ‘N’ Roll da banda, como a acelerada “Farfisa Beat” e seu Riff percussivo, ou “Vicky Verky”, que é ao mesmo tempo melodiosa e direta, como uma nova encarnação das pérolas sessentistas de bandas como Small Faces e The Kinks. Mas, o suíngue também não era alheio aos britânicos. O Soul de estalar os dedos de “Wrong Side Of The Moon” e “There At The Top”, que tem um balanço quase Motown, aliado a um riff sensacional, encerrando o disco no melhor estilo!

O álbum foi o primeiro sucesso, mesmo que modesto, do Squeeze em terras americanas. Sua New Wave era britânica ao extremo, mas vibrante e marcante demais para ser ignorada. Os anos 80 ainda renderiam muitas grandes obras do grupo, mas, em seus 40 anos, “Argybargy” segue como um dos discos definitivos da chamada Segunda Invasão Britânica!

Anúncios

Autor: Caio Braguin

16 anos, baterista, aficionado por música (e todas as formas de arte) desde o berço. Música é minha vida!

Deixe um comentário