65 anos de Michael Schenker!

Hoje é dia de reverenciar e festejar os 65 anos de um dos guitarristas mais ”Rock and Roll’ que passou por esta terra. Estou falando de MICHAEL SCHENKER. Nascido em Sarstedt, Alemanha, irmão mais novo de Rudolf Schenker, famoso guitarrista do Scorpions, banda da qual Michael fez parte, tocando no disco de estreia do grupo; contribuiu bastante para a evolução do Hard Rock e do Heavy Metal, além de ter influenciado vários guitarristas do estilo.

Fez parte da lendária banda de UFO, após sua saída do Scorpions. Foi na banda de Phil Mogg e cia que Schenker esculpiu o seu nome da eterna pedra filosofal do Rock. Dono de uma técnico apurada e um senso melódico fora da curva, também tinha um talento nato para compor Riffs pesados e ‘cantáveis’. Seria uma grande pretensão dizer que Michael está no mesmo time de Keith Richards, Tony Iommi e Angus Young dos grandes riff makers, talvez pelo fato do UFO não ter atingido o mesmo sucesso que as bandas desses guitarristas listados; entretanto é certo dizer que Schenker fez da sua Flying V – guitarra a qual ele fora o responsável por eternizar – um instrumento notório por onde passou.

MS2

Ao longo dos 6 anos que permaneceu na banda, Michael participou de discos clássicos como Phenomenon (1974), Force It (1975) e Lights Out (1977), entre outros. A cereja do bolo foi, em 1978, a gravação do disco ao vivo Strangers In The Night, considerado por muitos como um dos maiores discos ao vivo de todos os tempos.

Posteriormente, ao deixar o UFO, Schenker formou sua própria banda e a escolha para o nome do grupo não podia ser mais forte e melhor do que Michael Schenker Group, dando continuidade ao seu legado e adentrando nos anos 80 da mesma forma que saiu dos 70: De maneira matadora e visceral; destaque para os discos Nuclear Assault (1982) e Built To Destroy (1983).

Michael Schnker sempre foi considerado um prodígio da guitarra, quando da gravação de Lonesome Crow, primeiro e único disco a contar com a participação integral do guitarrista, Michael tinha apenas 16 anos de idade. Tal talento foi reconhecido por grandes personagens como Steven Tyler e Ozzy Osbourne, os quais convidaram Schenker para substituir Joe Perry e Randy Rhoads quando de suas saídas – no caso de Randy por conta do seu trágico e precoce falecimento – em suas respectivas bandas (Aerosmith e Ozzy Osbourne).

MS3

Se ainda tens alguma dúvidas de que Michael é de fato um grande guitarrista, convido-os a escutar músicas como: ”Rock Bottom”, ”Let It Roll”, ”Out In The Streets”, ”Natural Thing”, ”Lights Out”, ”Love To Love”, ”Reasons Love” entre outros petardos. Michael preenche todos os pré-requisitos do arquétipo do ‘Guitar Hero’.

George Lynch, Adrian Smith, Kerry King, Marty Friedman, Dimebag Darrell foram alguns dos guitarristas influenciados por Schenker. Se você é fã de Iron Maiden, talvez goste de saber (se é que já não sabe) que UFO é a banda favorita de Steve Harris. Portanto, a importância deste monstro sagrado para o Rock/Heavy Metal é inestimável e seu legado fala por si só.

A text by @lukaspiloto7twister

 

Anúncios

Autor: Luc Rhoads

Um grande apaixonado por música e aventuras. Carioca, estudante de Educação Física, professor de inglês e vascaíno doente.

Deixe um comentário