The Madcap Laughs: A estréia solo do “Crazy Diamond”

Syd Barrett foi, inicialmente, a figura principal do Pink Floyd, que protagonizou o excelente disco de estréia The Piper At The Gates of Dawn que, lançado em 1967, trouxe um rock psicodélico jamais visto. Mas não demorou muito até que Syd teve que pagar o preço do abuso de drogas, e as consequências o fizeram ter que sair do Pink Floyd, e ser substituído por David Gilmour, com quem a banda construiu seu som e carreira.

Fora do Pink Floyd, Syd enfrentou problemas ao tentar gravar seu disco solo, pois tocava as músicas com variações improvisadas impossíveis de acompanhar em seu violão. No entanto, David Gilmour e Roger Waters produziram o disco com ele, e o resultado foi um disco completamente diferente do que ele mostrou no Pink Floyd. Já ia até esquecendo de avisar mas estamos falando de The Madcap Laughs, disco lançado há exatos 50 anos, o primeiro de três discos solos de Syd (The Madcap Laughs, Barret e Opel).

O disco é simples e despretensioso, no entanto extremamente cativante , com muitos momentos lindos. Os destaques vão para Dark Globe, Octupus, Feel, Golden Hair, e If It’s In You. Eu, particularmente, elucido muito a figura mística de Syd ao longo da audição do disco, o cara louco que saiu do Pink Floyd, sumiu, e acabou vivendo com sua mãe até a sua provavelmente solitária morte em 2005. O que passaria na cabeça de Syd? Bom, nunca saberemos, mas podemos ouvir e reouvir seu trabalho, incluindo esta belo disco de estréia solo de Syd, e deixar a nossa alma ser tocada pelo Crazy Diamond!!!

Anúncios

Autor: allanfranzner

Guitarrista, amante e entusiasta da música, principalmente do rock n' roll!

Deixe um comentário