25 anos de “Bedtime Stories”: Quando a Rainha do Pop embarcou no R&B para gravar um dos melhores discos de sua carreira

25 anos de “Bedtime Stories”.

No mês de outubro de 25 anos atrás, a icônica Rainha do Pop lançava um dos melhores álbuns de sua vasta carreira: “Bedtime Stories” (1994).

O final da primeira metade dos anos 90 não estavam sendo muito favoráveis para Madonna, pois naquele período, o momento era de total domínio do R&B, com os principais artistas da Black Music daquela época como Janet Jackson e Boyz II Men reinando no topo das paradas da Billboard. O veredito só poderia ser um só: Ou Madonna seguia a curva, ou acabaria ficando para trás. A proposta era trazer uma sonoridade mais Black para o Pop característico de Madonna, pegando rasteira no irresistível R&B 90s que bombava naquele tempo, mas jamais soando como oportunismo forçado, muito pelo contrário, por sinal. Então, para realizar essa tarefa, os produtores Dallas Austin e Babyface foram convocados para darem o acabamento necessário para que Madonna tivesse munição suficiente pra dar conta da demanda das grandes rádios.

O disco todo é muito satisfatório e garante do início ao fim grandes faixas, como na deliciosa batida R&B logo na abertura com “Survival”, e na sequência emendando com a excelente consciência Pop de “Secret”, um dos grandes sucessos do álbum. “Don’t Stop” é mais um grande êxito R&B dançante com uma guitarra Funky e uma batida extremamente cativante e convidativa para a dança. Em “Human Nature”, temos uma excelente faixa com uma balanço mais voltado para o Hip Hop, enquanto que “Forbidden Love” e a faixa título “Bedtime Stories”, são duas das mais irresistívelmente sexy músicas que Madonna já gravou em sua carreira. O disco é finalizado com a maravilhosa “Take a Bow”, uma linda e romântica balada que curiosamente se tornou o maior #1 de Madonna no Hot 100 da Billboard. A música foi composta e produzida com a ajuda do cantor e produtor Babyface, que também dividiu com ela os vocais na faixa. Não só uma canção irretocável, mas também um dos temas mais bonitos de seu repertório.

“Bedtimes Stories” é um excelente disco de Pop/R&B e pode ser considerado sem dúvidas um dos maiores acertos da discografia da Rainha do Pop, e um claro registro e comprovação de uma grande artista que não cansa de estar sempre se reinventando. Um grande álbum com uma aura altamente sofisticada, e ao mesmo tempo com um ar muito convidativo, que ainda conta com algumas das minhas músicas favoritas de Madonna, justamente por trazer uma intimidade que é quase como se o ouvinte fosse confidente dela. Simplesmente essencial para todos os fãs ou até mesmo para aqueles que não costumam ter um profundo contato com a obra musical de uma das maiores figuras da história da música Pop.

Anúncios

Autor: Felipe Silva

28 anos, paulista, corinthiano, e o mais importante, consumidor compulsivo de música! Rock, Soul, Funk, Blues, Jazz, MPB, que a música boa seja exaltada independente de gênero. God bless you all.

Deixe um comentário