A ”Banda mais quente do mundo” aquecia suas turbinas.

Após o lançamento de seu primeiro disco, em 1974, o Kiss volta aos estúdios no mesmo ano para gravar HOTTER THAN HELL, ainda na busca pelo sucesso que não veio no primeiro disco, apesar de muitas das músicas que ali estavam se tornarem clássicos da banda posteriormente.

Não muito diferente ocorre com Hotter Than Hell, um disco que não fez muito barulho quando de seu lançamento, mas tinha músicas do calibre de: Got To Choose, Parasite, Let Me Go Rock and Roll e Watchin’ You. Assim como no álbum de estreia, nota-se ainda uma gravação precária, não transparecendo todo o peso que a banda transmitia ao vivo.

KISS2

O Kiss era obstinado pelo sucesso, e faria de tudo para alcançá-lo, logo, a banda, sabendo da sua força ao vivo, não tirava o pé da estrada, fazendo shows atrás de shows. Curiosamente, foi na Hotter Than Hell tour que surgiu a famosa frase sempre presente na abertura dos shows da banda desde então: YOU WANTED THE BEST, YOU’VE GOT THE BEST, THE HOTTEST BAND IN THE WORLD: KISS!

Além das músicas supracitadas, vale destacar também uma bela balada de Gene Simmons “Goin’ Blind” além da faixa título e “Comin’ Home” onde Paul Stanley mostra toda a sua potência vocal (um cara um tanto quanto subestimado, pois o considero um dos maiores frontmen/vocalistas do Rock).

KISS3

Como Ace Frehley ainda não se sentia à vontade para cantar suas músicas, coube a Simmons e Peter Criss cantarem “Parasite” e “Strange Ways” respectivamente. Por falar em Criss, é dele a única música que considero abaixo da crítica deste disco, “Mainline”.

Deixei por último a faixa que mais gosto do disco (que coisa, não!?), a anônima “All The Way”. Lembro-me, quando criança, assistindo a um documentário sobre a banda chamado SECOND COMIN’ (Recomendadíssimo) e escutei um trecho desta música, e fiquei louco para saber o seu nome e de qual disco era pra poder escutá-la.

KISS4

Se o Kiss ainda não tinha atingido o sucesso, o que só viria no ano seguinte com ALIVE!, já se pode dizer que , em apenas um ano de carreira, o grupo já tinha lançado muitas músicas que seria obrigatórias em shows subsequentes. O que não é para qualquer banda.

A text by @lukaspiloto7twister

Anúncios

Autor: Luc Rhoads

Um grande apaixonado por música e aventuras. Carioca, estudante de Educação Física, professor de inglês e vascaíno doente.

Deixe um comentário