In The Air Tonight – A Virada que Moldou os Anos 80

Em 1979, durante as gravações do terceiro disco de Peter Gabriel, a obra-prima mais conhecida como “Melt” (1980), Phil Collins fez uma descoberta acidental. Um microfone originalmente projetado para as conversas dos músicos acabou captando sua bateria. O resultado? Um som cortante, poderoso, comprimido, reverberando incrivelmente. Te lembra algo? Bem, o chamado “Gated Reverb” moldou toda a música dos anos 80, e poucas gravações demonstram o seu poder como “In The Air Tonight”, que hoje compõe nosso quadro “As 100 Melhores Canções de Todos os Tempos”!

A canção, lançada em 1981, abre a fantástica estreia “Face Value” no melhor estilo. Em sua primeira metade, é quase uma “Balada Dark”, com um cadenciado loop eletrônico e uma deliciosa cama de sintetizadores, acompanhadas de uma letra que é quase um monólogo, escancarando as frustrações de Phil no processo de divórcio pelo qual passava na época. Aos poucos, os Backing Vocals vão criando o clima para o que vem a seguir.

Mas, quem conhece a música sabe que seu grande momento é a virada de bateria. Lembram-se do Gated Reverb? Então, aqui ele está em ação, e em sua melhor forma. A explosão retumbante dos toms de Phil, aliadas à vocais mais agressivos, transformaram a canção num dos hinos dos anos 80, e com razão.

Utilizada posteriormente em diversas trilhas de filmes, séries, e um sucesso garantido nas rádios até hoje (além de diversos samples da galera do Rap), se tornou também marca registrada das apresentações de Phil. Ao ouvir aquele break, é impossível não se arrepiar!

E bem, o resto é história. Se você já ouviu qualquer exemplar das pérolas pop (ou nem tanto) oitentistas, sabe que o bendito Reverb está sempre ali. O som que moldou uma década, só poderia ter sido produzido por um gênio como Mr. Phil Collins!

Anúncios

Autor: Caio Braguin

16 anos, baterista, aficionado por música (e todas as formas de arte) desde o berço. Música é minha vida!

Deixe um comentário