Com dentes e pregos! 35 anos da ascenção do Dokken.

Há 35 anos, a banda de Hair Metal Dokken lançava o seu trabalho mais bem sucedido, musical e comercialmente, o fantástico Tooth And Nail. Depois do fracasso de seu antecessor Breaking The Chains e brigas internas por questões financeiras e composições, a banda acerta a mão com ”dentes e pregos” (trocadilho com o nome do álbum). Um disco furioso, que carrega em seu âmago tanto esse clima de competição quanto o desejo incandescente de que o trabalho gerasse o retorno financeiro que permitiria, se não a paz definitiva, pelo menos, maior estabilidade e serenidade no futuro. Para tanto, Don Dokken, George Lynch, Jeff Pilson e Mick Brown precisaram superar seus conflitos e trabalhar.

D2

Em Tooth and Nail, o que se ouve é um Dokken no momento mais metal de sua carreira, com George Lynch, virtuoso guitarrista, tendo sido o preferido por Ozzy Osbourne para substituir o falecido Randy Rhoads, colocando em prática os ensinamentos de Eddie Van Halen — àquela altura, já uma referência — e Don ainda buscando a melhor maneira de usar sua pequena voz. Um fiapo de voz, mas uma capacidade interpretativa fenomenal na qual consegue fingir ter muito mais a oferecer.

Paul Natkin Archive

Foram três músicas de grande destaque: ”Just Got Lucky”, ”Into the Fire” e ”Alone Again”. Todas tiveram videoclipes em boa rotatividade na MTV, que engatinhava rumo ao topo de ditadora da moda na década. Com um approach mais pop do que o restante do álbum. Porém, o que me agrada aqui são as pedradas maravilhosas como a própria faixa título e ”Don’t Close Your Eyes”, duas das músicas mais pesadas do grupo, onde Lynch mostra todo o seu talento nas 6 cordas, enquanto Mick Brown justifica seu apelido de ”Wild” descendo a mão na bateria.

When Heaven Comes Down” é aquela típica música do Farofa Metal¸riff pesado, cadenciado e refrão altamente cantante que gruda na cabeça. O mesmo vale para ”Bullets To Spare”, tudo o que um amante da farofada adora.

D1

Turn On the Action” fecha o disco da mesma forma que começou: VISCERAL! Não deixando lastro para nenhum defeito. Se eles estavam em busca da fórmula do sucesso eles acharam aqui, tudo de melhor no Rock que rolava nesta época é encontrado em Tooth And Nail. Um disco que marcou minha adolescência e curto até hoje, espero que sejam assim com vocês também.

A text by @lukaspiloto7twister

Anúncios

Autor: Luc Rhoads

Um grande apaixonado por música e aventuras. Carioca, estudante de Educação Física, professor de inglês e vascaíno doente.

Deixe um comentário