“Yesterday”: Uma singela homenagem à maior banda da história!

“Yesterday” é um lançamento cinematográfico de 2019 que traz uma premissa simples mas ao mesmo tempo encantadora e desafiadora de ser transferida para a tela do cinema: Como seria imaginar um mundo onde os Beatles nunca tivessem existido?

Construído em cima de todos os clichês da comédia romântica, “Yesterday” é o tipo de filme que não vai mudar a sua vida, mas que é uma delícia de se assistir (Principalmente para os Beatlemaníacos). Em quase 2 horas de duração, o filme te faz rir, chorar, se emocionar e claro, fazer os fãs dos Beatles cantarolarem quase todo o repertório dos clássicos dos Beatles que surgem ao longo do filme. O diretor Danny Boyle já havia dirigido dramas (Steve Jobs, Transpotting, 127 horas, Quem quer ser um milionário), ficção científica (Sunshine), e terror (Extermínio). Estava faltando uma comédia romântica em seu currículo, e ela veio com essa graciosa fantasia que segue uma questão muito estranha: E se os Beatles não tivessem existido?

Jack (Interpretado com muito carisma por Himesh Patel) mora na cidade de Lowestoft, na Inglaterra. Ele é um músico frustrado que trabalha num supermercado, e que durante quase 20 anos tentou seguir carreira, infelizmente sem sucesso. Ellie (Lily James), é professora de matemática para crianças e também empresária de Jack em suas aventuras musicais com shows sem público (Além de ser paixonada por Jack, mas ele não percebe). Uma noite, voltando para casa, um apagão acontece e a luz do mundo inteiro se apaga por 12 segundos, e Jack acaba sofrendo um acidente, sendo atropelado por um ônibus durante isso. Ao acordar no hospital, ele descobre que muitas marcas famosas nunca existiram, entre elas, a Coca-Cola, Harry Potter e por fim, os Beatles (Embora tudo isso não venha fazer tanta falta como o quarteto de Liverpool faz para o mundo). Surpreso e assustado com este estranho acontecimento, Jack percebe que é sua grande chance de finalmente ser famoso: Compondo as letras e cantando a obra dos Beatles, anunciando como se fosse tudo de sua autoria.

Danny Boyle sabe que tem uma boa história na mão que diz muito ao público por conta das músicas dos Beatles, e as ótimas sacadas e divertidas referências do universo Beatle presentes nos diálogos do filme. O cativante carisma do elenco supre algumas fragilidades do roteiro, bem óbvio em todas as suas estruturas (Ex: Em nenhum momento o diretor demonstra a preocupação de explicar a causa de tal fenômeno ter acontecido no mundo). Mas o filme brinca com o universo do Show Bizz, trazendo no elenco o cantor Ed Sheeran interpretando ele mesmo, e fazendo o simples protagonista do início entrar de cabeça no mundo da fama e do luxo, mostrando e ao mesmo tempo criticando algumas armadilhas que este mesmo mundo pode trazer para uma pessoa que não está pronta para viver nele.

Analisando de forma crítica, “Yesterday” não é um filme perfeito, mas cumpre com excelência todos os propósitos para que foi feito. Um filme leve, divertido, cativante, e lindo em vários sentidos, e ainda tendo o extra de possuir uma trilha sonora fantástica do melhor dos clássicos dos Beatles (Com grande destaque para a atuação musical de Himesh Patel, interpretando as músicas dos Beatles em brilhantes versões). Uma maravilhosa homenagem a maior banda da história, reinventando a magia única que as maravilhosas canções dos Beatles traziam e ainda trazem para o mundo.

PS: Spoiler a seguir: A cena com a aparição de John Lennon é sem dúvidas a mais emocionante do filme, sendo capaz de fazer qualquer fã da lendária banda cair em prantos.

Trilha sonora do filme abaixo:

Anúncios

Autor: Felipe Silva

28 anos, paulista, corinthiano, e o mais importante, consumidor compulsivo de música! Rock, Soul, Funk, Blues, Jazz, MPB, que a música boa seja exaltada independente de gênero. God bless you all.

Deixe um comentário