O sacrifício do anonimato em prol de grandes influências

No início dos anos 70, e muito antes de Kyuss, Monster Magnet e Spiritual Beggars desenvolverem o rock stoner como o conhecemos agora, havia bandas que faziam um som parecido e mesclavam com o Rock clássico vigente à época . Conhecida como PROTO METAL, possui uma série de álbuns brilhantes, um dos quais é o GROWERS OF MUSHROOM, do quinteto inglês LEAF HOUND, lançado em 1971. No entanto, Growers of Mushroom não é apenas um álbum de proto metal, mas proto stoner, um predecessor do stoner rock.

LH3

Todas as características do subgênero estão presentes aqui; guitarras altamente distorcidas, estruturas de músicas no meio do tempo, produção crua e graves audíveis. O Leaf Hound é mais selvagem que o Black Sabbath, mais pesado que o Led Zeppelin e mais psicodélico que o Deep Purple. A música da banda é dirigida por riffs e se beneficia de uma seção rítmica sólida, embora básica.

O vocalista Peter French é a figura mais conhecida da banda, tendo feito parte do ATOMIC ROOSTER (participando do terceiro disco da banda ”In Hearing Of Atomic Rooster), banda de CARL PALMER antes do ELP e da banda CACTUS, do baterista Carmine Apicce, participando do terceiro e derradeiro disco da banda chamado ‘Ot ‘n’ Sweaty.

Além disso, foi um dos candidatos ao Deep Purple depois que Ian Gillan deixou a banda. Completavam a banda os guitarristas Mick Halls e Derek Brooks, o baixista Stuart Brooks e o baterista Keith Young.

LH4

As influências do Led Zeppelin são bastante óbvias, especialmente em faixas como “Drowned My Life in Fear”, “Stray” e “Stagnant pool”. A épica “Work My Body”, com seu clima jazzístico, soa como algo que Alice Cooper poderia ter gravado no início dos anos 70, embora soe um pouco desconexa em algum momento. A música da banda, além de sua agressividade, se beneficia de uma forte influência do blues, reminiscente do início de Free e Cream. A acústica “Sad Road to the Sea” e “With a Minute to Go” vai agradar aos fãs do The Who.

LH2

Uma curiosidade é que antes de chegarem ao nome LEAF HOUND, a banda chamava-se BLACK CAT BONES, e contava com o guitarrista Paul Kossoff e o baterista Simon Kirke, que posteriormente saíram para formar o FREE   Se você é fã de todas ou de algumas das bandas mencionadas, provavelmente gostará deste disco. Ao longo dos anos, a estréia do Leaf Hound tornou-se um tipo de santo graal para colecionadores de vinil. Há literalmente centenas de bandas obscuras do início dos anos 70 que produziram álbuns de qualidade e Growers of Mushroom é certamente um deles.

Text by @lukaspiloto7twister

Autor: Luc Rhoads

Um grande apaixonado por música e aventuras. Carioca, estudante de Educação Física, professor de inglês e vascaíno doente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s